17 de abril de 2024 00:11

Presidente da Federação Mineira diz que "casa" do vôlei Osasco é “ambiente inóspito”
Tarcísio anuncia nesta quarta ampliação de leitos no Regional de Osasco
Frente fria chega na quinta com chuva e mínima de 12°C
Pavimentação asfáltica da Transversal Norte é entregue
Sete são trancados em banheiro durante assalto a salão de beleza
Professor usa golpe de jiu-jitsu para conter aluno em escola de Itapevi

17 de abril de 2024 00:11

Presidente da Federação Mineira diz que "casa" do vôlei Osasco é “ambiente inóspito”
Tarcísio anuncia nesta quarta ampliação de leitos no Regional de Osasco
Frente fria chega na quinta com chuva e mínima de 12°C
Pavimentação asfáltica da Transversal Norte é entregue
Sete são trancados em banheiro durante assalto a salão de beleza
Professor usa golpe de jiu-jitsu para conter aluno em escola de Itapevi
Igor sugere policiamento aéreo com respaldo terrestre na região

(Divulgação)

Mari Magdesian    -
21 de outubro de 2020

O prefeito de Itapevi, Igor Soares (Podemos), sugeriu à Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste) a criação de um policiamento por terra e ar realizado pelas Guardas Municipais em parceria com a Polícia Militar. A proposta é criar uma polícia especializada em região metropolitana, com uso de helicópteros com canhões de luz e apoio de equipes em solo que poderiam ser das Guardas Municipais e da Polícia Militar.  Elas atuariam principalmente à noite.

“Nós temos aproximadamente 20 milhões de habitantes nas 39 cidades da região metropolitana de São Paulo. Isso representa quase metade da população do estado. Aqui também se concentra a maior parte da riqueza produzida pelos municípios paulistas. Por estes e outros fatores, precisamos proteger de uma forma diferente essas cidades. Talvez criando uma polícia especializada que vá além dos Batalhões da PM, com patrulhas mais eficazes, com helicópteros, como vemos em Nova York, nos Estados Unidos”.

A ideia de Igor já foi exposta ao Cioeste, consórcio que reúne prefeitos das principais cidades do Oeste da Grande São Paulo como Osasco, Barueri, Itapevi, Carapicuiba, Jandira e Parnaíba, dentre outros municípios.

“Temos um exemplo lindo que é a Corporação do Àguia (helicópteros da PM) que faz resgate terreste e trabalho aéreo. A proposta para o governador, por meio do Cioeste, e de se fazer uma parceria com as prefeituras que poderiam pagar parte desse custo. Polícias dos principais países de primeiro mundo policiam à noite com helicópteros. Temos quantos locais vulneráveis ao tráfico de drogas? Se tivermos um helicóptero que voe à noite, que possa com canhão de luz identificar esses locais e ter apoio das equipes de solo para fazer o cerco, imagine o quanto reduziríamos a criminalidade. Hoje, o Águia não voa à noite porque não são preparados para voos noturnos. O governo do estado poderia investir nisso, comprar helicópteros que voem à noite. Imagine bailes funks. Helicóptero chegando a um baile funk e a Guarda Municipal acompanhando em solo, iria acabar com o baile em poucos minutos”, explica o prefeito.