16 de abril de 2024 23:53

Presidente da Federação Mineira diz que "casa" do vôlei Osasco é “ambiente inóspito”
Tarcísio anuncia nesta quarta ampliação de leitos no Regional de Osasco
Frente fria chega na quinta com chuva e mínima de 12°C
Pavimentação asfáltica da Transversal Norte é entregue
Sete são trancados em banheiro durante assalto a salão de beleza
Professor usa golpe de jiu-jitsu para conter aluno em escola de Itapevi

16 de abril de 2024 23:53

Presidente da Federação Mineira diz que "casa" do vôlei Osasco é “ambiente inóspito”
Tarcísio anuncia nesta quarta ampliação de leitos no Regional de Osasco
Frente fria chega na quinta com chuva e mínima de 12°C
Pavimentação asfáltica da Transversal Norte é entregue
Sete são trancados em banheiro durante assalto a salão de beleza
Professor usa golpe de jiu-jitsu para conter aluno em escola de Itapevi
Kascata quer conselho de defesa animal mas não é contra rojão

(Divulgação)

dev    -
14 de outubro de 2020

Em Barueri, o vereador Kascata (PSL) apresentou, essa semana, indicação na Câmara Municipal solicitando a criação do Conselho Municipal dos Direitos do Animal (CMDA). “Objetivo é cuidar das políticas públicas em favor dos animais, no apoio, proteção e defesa do animal doméstico, inclusive todos os assuntos relativos à saúde do animal”, justificou.

De acordo com sua proposta, o CMDA também poderá receber denúncias de maus tratos e notícias de abandono de animal, locais em que animais estão em descuido ou saúde debilitada, com imposição de multa. O Conselho também irá participar de campanhas de castração e vacinação.

Apesar de propor o Conselho de Direito dos Animais, Kascata foi um dos vereadores que, em março deste ano, formou a ‘bancada do rojão’ e votou contra o projeto de lei, apresentado por Wilson Zuffa (Republicanos), que defendia a proibição de fogos de artifício com barulho em Barueri. O alto estouro causa muito incômodo a autistas, recém-nascidos e também aos animais, que tem a audição duas vezes mais aguçada quando comparada com a dos humanos. Enquanto os homens ouvem frequências entre 16 e 20.000 Hz, o cão pode escutar entre 10 e 40.000 Hz.

Na época, Kascata afirmou: “Nunca vi ninguém morrer por causa de barulho de um rojão. A gente não solta todos os dias. É um ato especial de alegria”. O parlamentar também teve apoio de Chico Vilela (PTB), seu colega de bancada. “Eu nasci assim vendo rojão. Pode ser que prejudique de alguma forma, mas a duração dos fogos é curta para prejudicar as pessoas e os animais. É pouco tempo de barulho para prejudicar tanto assim e dar tanta importância para isso. Nunca vi os fogos tirarem a vida de alguém. É pouco tempo para causar sofrimento”, declarou. O projeto de Zuffa não foi aprovado pelo plenário.