27 de maio de 2024 18:57

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha

27 de maio de 2024 18:57

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha
Lins acredita que Osasco passe para a fase verde na próxima avaliação do Plano SP

Frase é do prefeito Rogério Lins que também afirma: “setembro tem sido o melhor mês de enfrentamento da pandemia”. Na quarta-feira cidade não registrou óbitos por Covid-19.(Divulgação)

dev    -
17 de setembro de 2020

O prefeito Rogério Lins está otimista quanto ao desenvolvimento de Osasco no Plano São Paulo de retomada econômica realizado pelo governo do estado. Cidade está na fase Amarela desde 21 de agosto.

“Na próxima avaliação Osasco pode ir para fase Verde”, disse Lins em suas redes sociais. No final de agosto, o Centro de Contingência do coronavírus determinou que, para passar à fase Verde, a região precisa ter no máximo 40 internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e 5 óbitos, no máximo, por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Segundo o prefeito, os índices do município têm sido consideráveis. “Setembro tem sido o melhor mês de enfrentamento da pandemia”, explicou. Osasco atingiu, na terça-feira (15), a marca de 17 mil pacientes curados da Covid-19. Ela é uma das cidades do estado de São Paulo com o maior número de pessoas recuperadas da doença.

Segundo o último boletim informativo, divulgado na noite de quarta-feira (16), o município tem 17.996 casos confirmados; 17.103 mil curados e permanece com 427 mortes, sendo 328 de não moradores da cidade. Nas últimas 24 horas não foi registrado nenhuma morte pela doença.

Já a taxa de ocupação de leitos de emergência é de 45,3%, restando 54,7% livres; enquanto a taxa de ocupação de respiradores é de 19,5%, sobrando 80,5% dos equipamentos livres.

No último dia 11, o governador João Doria anunciou que a reclassificação para progressões de fase passa a ser mensal, com nova revisão no dia 9 de outubro. Mas, até lá, caso alguma região apresente queda nos índices, pode haver reclassificação extraordinária e, neste caso, a região não passará pela fase Laranja e cairá direto para Vermelha.