14 de julho de 2024 22:39

Mandato coletivo AtivOz busca reeleição com nova formação
Camila Godói se reúne com Márcio França e conquista recurso para Escola do Futuro
Prefeitura Osasco implanta Operação Inverno até setembro
Musical “Os Saltimbancos” se apresenta domingo em Osasco
Fundo Social faz chamamento público para decoração natalina
Libânia Aparecida é pré-candidata a vereadora pelo PSD em Osasco

14 de julho de 2024 22:39

Mandato coletivo AtivOz busca reeleição com nova formação
Camila Godói se reúne com Márcio França e conquista recurso para Escola do Futuro
Prefeitura Osasco implanta Operação Inverno até setembro
Musical “Os Saltimbancos” se apresenta domingo em Osasco
Fundo Social faz chamamento público para decoração natalina
Libânia Aparecida é pré-candidata a vereadora pelo PSD em Osasco
"O central é a gente fazer um grande número de vereadores", diz Padilha

Divulgação

Graciela Zabotto    -
10 de julho de 2024

Alexandre Padilha, ministro das Relações Institucionais do governo Lula, disse em entrevista ao Diário da Região que o grande objetivo do PT nas eleições de outubro é fazer um número expressivo de vereadores. Declaração foi dada no último dia 5 durante inauguração do campus definitivo da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) em Osasco.

“O central é a gente fazer um grande número de vereadores e vereadoras. Eu diria que o mais importante é a gente pegar essa juventude que resolveu se filiar no PT, aproveitar essa onda e fazer um grande número de vereadores e vereadoras na região”, ressaltou.

Na última eleição municipal, o Partido dos Trabalhadores perdeu espaço nas Câmaras Municipais. Nenhum candidato do PT foi eleito em Osasco, Barueri, Itapevi, Santana de Parnaíba e Cotia. Hoje, partido tem apenas um vereador nas Câmaras de Jandira, Carapicuíba e Pirapora do Bom Jesus.

Sobre o PT voltar a administrar as cidades da região, Padilha ressaltou que a intenção é ganhar em todos os municípios onde o partido têm candidatura própria. “O PT entra para ganhar. Não entra num jogo para perder”.

Para conquistar a Prefeitura de Osasco com o pré-candidato Emidio de Souza, o ministro das Relações Institucionais disse que a estratégia será mostrar as ações realizadas pelo ex-prefeito durante os oito anos que esteve à frente do Executivo osasquense e enfatizar a relação próxima de Emidio com o presidente Lula.

“Primeiro é mostrar tudo o que o Emidio já fez por Osasco e mostrar que pode fazer muito mais com o alinhamento dele com o presidente Lula. O Emidio esteve diretamente relacionado com a vinda do campus da Unifesp e do Instituto Federal para Osasco. Certamente poderá trazer muito mais ações para Osasco sendo prefeito”, apontou.