21 de maio de 2024 05:22

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança

21 de maio de 2024 05:22

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança
Osasco "adota" cidade de Estrela no Rio Grande do Sul

Divulgação

Da redação     -
10 de maio de 2024

O prefeito Rogério Lins seguiu de helicóptero na manhã desta sexta-feira (10) para a cidade de Estrela, no Vale do Taquari, Rio Grande do Sul. Na quinta-feira (9) à noite, Lins anunciou que Osasco adotou o município gaúcho para ajudar com doações, voluntários e mão de obra especializada.

Segundo o prefeito, Osasco está disponibilizando para Estrela equipe médica, vários medicamentos e médicos veterinários voluntários especializados em animais de médio e grande porte.

Um grupo de voluntários do Jeep Club Comando Oeste estão a caminho do município do Sul que, com seus veículos adaptados para fazer trilhas, eles conseguem acessar áreas bastante desafiadoras.

O prefeito também conseguiu, junto com a iniciativa privada, um helicóptero que ficará disponível na cidade de Estrela para levar mantimentos, medicamentos e ajudar no socorro em áreas que ainda estão com bastante dificuldades de acesso.

Nesta sexta pela manhã, cerca de 100 toneladas de alimentos e doações saíram da Prefeitura de Osasco rumo à cidade de Estrela que hoje apresenta um cenário de guerra.

“Estrela foi devastada. Se você for para os nossos bairros, não tem mais bairro. Lamentavelmente a cidade foi devastada, completamente destruída”, lamentou Elmar Shneider, prefeito de Estrela.

No Bairro das Industrias, por exemplo, as casas estão destroçadas, têm postes caídos, animais mortos e veículos aos pedaços espalhados pelas ruas. Estrago foi causado pelas águas do Rio Taquari.

De acordo com estimativas da Defesa Civil, aproximadamente 75% da área urbana de Estrela ficou submersa. Ao menos cinco bairros sumiram do mapa.

O hospital do município está superlotado e só atende casos de urgência. Um hospital de campanha foi montado no município para prestar assistência médica à população.