20 de julho de 2024 01:03

Parada LGBT+ de Osasco acontece neste domingo
Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040

20 de julho de 2024 01:03

Parada LGBT+ de Osasco acontece neste domingo
Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040
Parada LGBT+ de Osasco acontece dia 21

Divulgação

Da redação     -
28 de junho de 2024

Com o tema “Chega de retrocesso, vote contra a LGBTfobia”, a 7ª edição da Parada LGBTQIA+ de Osasco acontece no dia 21 de julho. Ela terá início às 12h no Largo de Osasco, com concentração seguida de caminhada pela avenida Marechal Rondon.

De acordo com os organizadores, o evento tem como objetivo celebrar a diversidade, promover a visibilidade da comunidade LGBTQIA+ e combater a LGBTfobia.

Entre as atrações confirmadas estão: Drag Tiffany, Higor Andrade, Lorelay Claro, Dafny Delano (Miss Gay 2022), Otávio Henrique e Lorenzo Godoy (padrinho da parada, advogado e presidente da Comissão de Diversidade Sexual da OAB subseção Osasco).

“Além da festa, a Parada LGBTQIA+ de Osasco também é um importante espaço de luta por direitos e visibilidade da comunidade LGBTQIA+. O evento contará com a participação de diversas entidades e ativistas que lutam pelos direitos da comunidade, como a Mandata Ativoz, representada na Câmara Municipal pela vereadora Juliana Curvelo; Associação de Travestis e Transexuais de Osasco, presidida por Alessandra Dumdum e o coletivo Famílias da Resistência.

A Parada LGBTQIA+ de Osasco é um evento gratuito, aberto a todos e contará com acessibilidade para pessoas com deficiência. Haverá um ponto de apoio para vítimas de LGBTfobia no local. Mais informações podem ser adquiridas no perfil do Instagram @paradaoz