24 de maio de 2024 16:11

Projeto que substitui sinais sonoros nas escolas é aprovado em Osasco
Cemitério dos Girassóis será reformado e vai ganhar 4 mil jazigos
Caminhão baú sobe em pilastra de concreto na Raposo Tavares
Ladrão coloca cadeado em moto roubada para não ser furtado
Novo golpe? Bandidos batem em traseira de moto para render vítima
Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores

24 de maio de 2024 16:11

Projeto que substitui sinais sonoros nas escolas é aprovado em Osasco
Cemitério dos Girassóis será reformado e vai ganhar 4 mil jazigos
Caminhão baú sobe em pilastra de concreto na Raposo Tavares
Ladrão coloca cadeado em moto roubada para não ser furtado
Novo golpe? Bandidos batem em traseira de moto para render vítima
Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores
Parnaíba reativa Comitê de Combate à Dengue e intensifica ações contra a doença

Divulgação

Da redação     -
15 de fevereiro de 2024

Dados da Secretaria da Saúde de Santana de Parnaíba mostram que os casos positivos da dengue tiveram um aumento de 14,28% em janeiro deste ano, em comparação a janeiro de 2023. Cidade tem 39 casos confirmados e 15 prováveis.

Para prevenir e combater a doença, a Prefeitura tem realizado um conjunto de ações o ano todo, mas o trabalho é intensificado em períodos de maior incidência de chuvas.

As ações são feitas por 48 agentes de combate às endemias que visitam casas, terrenos, loteamentos e espaços públicos para orientar a população e eliminar possíveis criadouros de parasitas da dengue.

Além da visita casa a casa, a Secretaria da Saúde tem adotado o método bloqueio, que consiste em fazer uma vistoria no perímetro do paciente que confirmou positivo para a dengue e verificar se existem moradores com sintomas parecidos e possíveis criadouros do mosquito. É realizada também a nebulização em bairros com um número maior de casos positivos.

Outra importante estratégia adotada pela Prefeitura é a reativação do Comitê de Combate à Dengue, que visa discutir as melhores estratégias para o combate da doença no município.

O comitê é composto por equipes de diversas secretarias como Saúde, Serviços Municipais, Educação, Gabinete, Meio Ambiente e Planejamento, Comunicação, entre outras.

Transmissão da dengue

A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti e possui quatro sorotipos diferentes, que podem resultar em doenças cujos sintomas são febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas (em algumas situações, pode não haver sintomas). Nos quadros mais graves, podem surgir manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz e gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes.

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, no ano passado, os casos da doença tiveram um aumento de 15,8% em comparação ao ano de 2022, passando de 1,3 milhão para 1,6 milhão, no Brasil.

O Ministério da Saúde declara que todas as faixas etárias são igualmente suscetíveis à doença, porém as pessoas mais velhas e aquelas que possuem doenças crônicas, como diabetes e hipertensão arterial, têm maior risco de evoluir para casos graves e outras complicações que podem levar à morte.

Cuidados e prevenção

Para evitar que a dengue e outras variantes como o Zika Vírus e a Chikungunya transmitam a doença, é necessário:
● Uso de telas nas janelas e repelentes em áreas com foco de transmissão;
● Evitar água parada em pneus, vasos de plantas e garrafas;
● Tapar os tonéis de água e manter as lixeiras bem tampadas;
● Vedação dos reservatórios e caixas de água;
● Desobstrução de calhas, lajes e ralos;
● Participação na fiscalização das ações de prevenção e controle da dengue executadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Fotos: