17 de julho de 2024 14:23

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas

17 de julho de 2024 14:23

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas
Pesquisa regista marcas de queijo contaminadas por bactéria; veja quais são

Divulgação

Da redação     -
26 de junho de 2023

Levantamento realizado pela Proteste, Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, analisou marcas de queijo ralado, coalho, gorgonzola e processado.

No total, 49 produtos foram testados, sendo 18 marcas de coalho, nove de gorgonzola, seis de processado e 16 de queijo ralado.

Conforme a pesquisa, as análises laboratoriais encontraram quantidade da bactéria Escheria coli acima dos limites máximos permitidos nos lotes de duas marcas de queijo coalho: Porto Alegre e SertaNorte.

Mas, de acordo com a especialista da Proteste, Mylla Moura, em entrevista ao Globo, quando a bactéria Escheria coli é consumida em alta quantidade por meio de alimentos contaminados ela pode causar diarreias e dores abdominais.

A presença da bactéria Escheria coli nos queijos pode ser resultado de falta de higiene durante a manipulação dos produtos, ou até mesmo consequência de problemas de temperatura ou umidade no armazenamento.

Sódio além do informado no rótulo

A pesquisa feita pela Proteste também comparou as análises laboratoriais com a quantidade de sódio registrada pelos fabricantes no rótulo dos produtos.

O resultado foi que nos quatro tipos de queijo examinados foram encontradas divergências sobre o que é permitido pela legislação brasileira, que indica que a quantidade de sódio não pode ser maior do que 20%, do declarado nos rótulos.

Os queijos coalho da marca Três Marias apresentou 159% a mais de sódio do que dizia; o ralado Gran Romano, 76,6%; o gorgonzola Cruzilia, 94%; e o processado São Vicente, 36,3%.

“O consumo de sódio em excesso pode aumentar a probabilidade de doenças crônicas, como hipertensão, acidente vascular cerebral, pedra nos rins e até câncer de estômago”, relatou Mylla Moura.

Gorduras saturadas

A pesquisa também analisou a quantidade de gorduras saturadas encontradas nos queijos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aconselha o consumo de 22g por dia desse tipo de gordura.

O levantamento apontou que 100g de queijo coalho da marca Cruzilla (o equivalente a um espeto e meio) contém 20,3g; um pacote grande (100g) dos queijos ralados Crioulo e Nata de Minas, 27g; 100g do queijo processado Tirolez, 16,3 g (o que representa pouco mais de três colheres de sopa de fondue); e 100g do gorgonzola Regina, 21g.