19 de abril de 2024 06:30

Alunos de Osasco participam do projeto “Sua saúde começa pela boca”
Basket Osasco conhece sua primeira derrota no Brasileiro
Prefeituras retomam desassoreamento do rio Cotia no Maria Helena
César Menotti e Fabiano cantam na 81ª Romaria de Caucaia a Pirapora
“O nego vai longe”: osasquense chega no domingo após volta ao mundo
Osasco integra programa nacional sobre segurança alimentar

19 de abril de 2024 06:30

Alunos de Osasco participam do projeto “Sua saúde começa pela boca”
Basket Osasco conhece sua primeira derrota no Brasileiro
Prefeituras retomam desassoreamento do rio Cotia no Maria Helena
César Menotti e Fabiano cantam na 81ª Romaria de Caucaia a Pirapora
“O nego vai longe”: osasquense chega no domingo após volta ao mundo
Osasco integra programa nacional sobre segurança alimentar
PM de Osasco terá câmeras nas fardas a partir de dezembro

(Divulgação)

dev    -
25 de setembro de 2020

Com sede na Zona Sul de Osasco, o 14º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano foi selecionado pelo governo do estado para receber as câmeras de corpo. “Provavelmente entre final de novembro e começo de dezembro o 14º deve receber as bodycams. Já fomos inclusive em algumas reuniões e recebemos as instruções para esse uso. Até o final do ano estaremos trabalhando com as câmeras de corpo”, declarou a tenente coronel Eunice Godinho, comandante do 14º BPM/M.

Com capacidade para captar som e imagens, as chamadas bodycams são acopladas aos uniformes dos policiais e acionadas em todas as abordagens, fiscalizações, buscas, varreduras, acidentes e demais interações com o público.

Os dados são registrados em um sistema de armazenamento na nuvem e podem ser acessados remotamente por autoridades de segurança e judiciais sempre que necessário. A comandante também falou sobre a importância do uso das câmeras para os policiais.

“Acho que vai ser possível mostrar para a população a rotina do policial militar nua e crua. Para o bom policial vai mostrar o bom trabalho que ele executa e a legitimidade de suas ações”.

Outro ponto positivo citado pela comandante é que as câmeras poderão inibir ataques contra os policiais. “Hoje em dia sofremos muitos ataques durante o atendimento de ocorrência. Em algumas situações onde o policial é chamado para socorrer alguém ele acaba sendo até hostilizado pela comunidade e população. É uma questão de mostrar os fatos como eles realmente são. Não só em relação do policial com a comunidade como da comunidade com o policial também”.

O anúncio do uso de câmeras nas fardas foi feito pelo governador João Doria no final de julho. Na Capital, desde o final de agosto, mais de 500 PMs já utilizam o recurso. O sistema é similar ao já adotado pelas forças de segurança dos EUA.