20 de julho de 2024 00:46

Parada LGBT+ de Osasco acontece neste domingo
Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040

20 de julho de 2024 00:46

Parada LGBT+ de Osasco acontece neste domingo
Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040
Polícia Civil fecha clínica clandestina com dependentes químicos e idosos

Divulgação

Maranhão Gomes     -
05 de outubro de 2023

A Polícia Civil de Cotia fechou, nesta terça-feira (3), uma clínica clandestina de reabilitação para dependentes químicos, no bairro Caputera, foi denunciada por maus-tratos.

A equipe de investigadores, comandados pela delegada Mônica Gamboa, efetuou os flagrantes dos dois responsáveis pelo local. A clínica, denominada Associação Grupo de Apoio a Dependentes de Drogas e Familiares, foi esvaziada. Na delegacia, ambos disseram que a clínica possui vínculos religiosos com um pastor evangélico.

No local, tinham dez homens, dentre eles, três idosos. Não está descartada a hipótese de convívio deles com dependentes químicos em recuperação.

As irregularidades foram constatadas pela Polícia Civil, Ministério Público, a Guarda Civil Municipal e agentes da Prefeitura de Cotia.

Local era insalubre, sujo e na dispensa e geladeira haviam alimentos vencidos e estragados. Um dos internos disse que não via sua família há dois anos. Eles mesmos limpavam o imóvel. Não havia assistência médica alguma.

Os dois homens presos foram autuados no artigo 133 (abandono de incapaz) e artigo 99 do Estatuto do Idoso (expor a perigo a integridade e saúde). Após pagamento de R$ 10 mil de fiança (R$ 5 mil cada), eles foram liberados.