23 de junho de 2024 12:29

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA

23 de junho de 2024 12:29

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA
Primeiro cinema público de Osasco vai ter 100 lugares
Da redação     -
27 de agosto de 2021

Em entrevista ao Diário, o secretário da Cultura Cláudio da Locadora disse que o primeiro cinema público de Osasco, em construção no Rochdale, terá 100 lugares e deve ser inaugurado em dezembro. 

Ainda sem data para abertura ao público, o cinema vai oferecer o mesmo padrão de atendimento das salas particulares e seguirá o protocolo para teatros, com espaço reservado para deficientes e poltronas especiais para obesos.

O Centro Cultural fica na rua Niterói e terá três andares e contará, além do cinema, com auditório, sala de reuniões, de cursos, aulas de teatro e dança, além de espaço para coworking, sala de professores, sanitários, rampas de acesso aos pavimentos e elevador.  Ao todo serão 2 mil metros de área construída. 

Segundo Paulinho Samba de Rua, secretário-adjunto da Cultura, o Rochdale foi escolhido justamente para descentralizar as atividades culturais em Osasco. “Aquela região sempre foi muito afetada pelas enchentes, essas obras vão eliminar esse problema e levar lazer e cultura ao bairro e entorno. Nossa meta é atingir crianças, jovens e idosos”. Ele também explicou que o espaço pode servir para cursos de geração de renda à comunidade. 

“A Zona Norte de Osasco é muito populosa e tem de tudo, comércio forte, estádio de futebol, unidades de Saúde pública e, daqui a pouco, um Centro Cultural com cinema gratuito”, explicou Cláudio da Locadora. “As pessoas têm sede e fome de cultura ali. Isso é muito bacana. Você sente isso na rua. Estivemos, recentemente, com o nosso prefeito Rogério Lins e o secretário da Habitação, Pedro Sotero, visitando as obras, você precisa ver a alegria das pessoas”, finalizou.