18 de julho de 2024 07:20

Primeiro "ponto de ônibus digital" está em fase de teste em Osasco
Santana de Parnaíba inicia comemorações ao dia de Santa Ana
Água jorra a 5m de altura após rompimento de adutora
Motorista larga ônibus com passageiros na Raposo Tavares e vai para casa
Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C

18 de julho de 2024 07:20

Primeiro "ponto de ônibus digital" está em fase de teste em Osasco
Santana de Parnaíba inicia comemorações ao dia de Santa Ana
Água jorra a 5m de altura após rompimento de adutora
Motorista larga ônibus com passageiros na Raposo Tavares e vai para casa
Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Problemas na escala de folga do GCM teria provocado tragédia em Cotia

Divulgação

Maranhão Gomes     -
07 de fevereiro de 2024

Um guarda civil municipal, identificado até o momento como Fam, atirou contra dois superiores e se matou em seguida, com um tiro, na manhã desta quarta-feira (7), em Cotia.

Um inspetor, identificado como Pires, morreu após ser baleado em um dos olhos.

O subcomandante Luciano Stephano de Oliveira Leite foi alvo de ao menos oito disparos, dois nas costas e seis no peito. Ele segue internado no Hospital Regional de Cotia após passar por cirurgia.

Mudança na escala

O Diário da Região apurou que o GCM Fam não teria feito um curso de qualificação, com duração de 20 horas, e por isso sua escala de trabalho foi modificada.

Na manhã desta quarta-feira, ele estava no pátio da corporação quando se desentendeu com o subcomandante supostamente por causa disso. Fam estava sem sua arma de serviço, mas portava uma de uso particular.

Quando o guarda civil partiu para cima do subcomandante Luciano, o inspetor Pires teria tentando intervir, momento em que foi morto com um tiro no olho.

Em seguida, conforme apurado pela reportagem, o GCM atirou ao menos oito vezes contra o subcomandante, atingindo-o nas costas e peito, e se matou em seguida.

A Base da GCM foi isolada e todos foram proibidos de entrar e sair do local nesta manhã.

O caso será investigado pela Polícia Civil