20 de julho de 2024 01:29

Parada LGBT+ de Osasco acontece neste domingo
Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040

20 de julho de 2024 01:29

Parada LGBT+ de Osasco acontece neste domingo
Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040
Projeto da CPTM cria 13 novas estações de trem em Alphaville, Osasco e Carapicuíba

Divulgação

Da redação     -
07 de novembro de 2023

A criação de ligações ferroviárias perimetrais se tornou uma necessidade para a melhoria do sistema sobre trilhos. Projetos realizados pela CPTM como a Linha 14-Ônix e o Arco Oeste, agora atualizado, são possibilidades para a expansão sustentável da rede.

A chamada Linha 24-Arco Oeste é uma ligação ferroviária que engloba os municípios de Barueri, Carapicuíba, Osasco, Taboão da Serra e São Paulo com 20 estações e quatro pontos de integração.

As conexões da Linha 24-Arco Oeste seriam realizadas na estação Carapicuíba da Linha 8-Diamante, Monte Belo da Linha 22-Marrom, Taboão da Serra na Linha 4-Amarela e Campo Limpo da Linha 5-Lilás. O traçado propiciará desta forma possibilidades mais eficazes de conexão nas regiões periféricas, evitando a superlotação nas baldeações da região central de São Paulo.

Estações

No município de Barueri está prevista a construção de três estações: Rio Negro, Araguaia e Tamboré. As paradas deverão atender ao centro empresarial de Alphaville, um dos mais dinâmicos da grande São Paulo.

Em Carapicuíba estão previstas cinco paradas: Parque da Lagoa, Carapicuíba, Brasil, Hospital Geral e Integração. A linha corta a região central da cidade e atende principalmente aos pontos com maior quantidade de habitações.

Na região de Osasco cinco estações deverão ser construídas. São elas as estações São Pedro, Jardim Roberto, Santo Antônio, Nova Granada e Sanazar. Assim como em Carapicuíba, neste trecho é predominante o uso residencial do solo.

Após Osasco, a Linha 24 chega à Zona Oeste de São Paulo.com três estações: Jardim D’Abril, Monte Belo e Eiras Garcia. Na estação Monte Belo haverá integração com a futura Linha 22-Marrom que ligará Cotia até Sumaré. Neste traçado a linha cruza áreas residenciais.

Em Taboão da Serra estão previstas as estações Hortênsias e Taboão, esta última com integração com a Linha 4-Amarela. A estação cruza áreas residenciais e o centro da cidade.

Por fim, a linha volta para São Paulo chegando na Zona Sul da cidade. As estações Donatello e Campo Limpo deverão realizar o atendimento a áreas de uso residencial e misto, com moradias e comércio.

A demanda da Linha 24-Arco Oeste, segundo estudos realizados pela CPTM em 2013, seria de 558 mil passageiros no cenário 2030. A frota de trens seria de 32 trens.(com Metrô CPTM)

Fotos: