5 de março de 2024 01:13

Receita corrente líquida de Osasco cresce 3% em 2023
Vereador sugere que Prefeitura crie dicionário de ruas de Osasco
Joel Nunes pede proibição de caminhões e ônibus em rua do Km18
Marcos Neves vai anunciar em abril seu candidato a prefeito
"Governo Lula repassou R$ 17 milhões a Carapicuíba em janeiro", diz ministro
Após ameaçar ex-esposa, assassino pula de altura de 4 metros e quebra o pé

5 de março de 2024 01:13

Receita corrente líquida de Osasco cresce 3% em 2023
Vereador sugere que Prefeitura crie dicionário de ruas de Osasco
Joel Nunes pede proibição de caminhões e ônibus em rua do Km18
Marcos Neves vai anunciar em abril seu candidato a prefeito
"Governo Lula repassou R$ 17 milhões a Carapicuíba em janeiro", diz ministro
Após ameaçar ex-esposa, assassino pula de altura de 4 metros e quebra o pé
"Quantos se contaminaram pelo cálculo frio e eleitoral de Doria?", diz Emidio

(Divulgação)

dev    -
30 de novembro de 2020

O deputado estadual Emidio de Souza (PT) criticou o governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), por anunciar, apenas nesta segunda-feira, 30, um dia após o segundo turno das eleições, medidas mais restritivas para combater a contaminação do novo coronavírus. Todas as regiões estão na fase Amarela do Plano São Paulo.

“Doria sendo Doria. Segurou as medidas de enfrentamento ao repique do coronavírus para agradar eleitor. Quantos foram contaminados pelo cálculo frio e eleitoral do governador?”, desabafou o petista em suas redes sociais.

De acordo com o estado, no dia 16 de novembro, o governo decidiu adiar nova reclassificação devido a instabilidades de dados do Ministério da Saúde. “Se tivesse sido mantido, o cronograma anterior deixaria 89% da população do estado na fase verde, com o progresso de outras seis regiões”, explicou. Por esse motivo houve a necessidade de aguardar a compilação dos dados atualizados pelo Ministério para, somente então, poder fazer uma nova reclassificação adequada, o que aconteceu nesta segunda.