26 de maio de 2024 07:05

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar

26 de maio de 2024 07:05

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar
Região pode ganhar Usinas Solares para zerar conta de luz das prefeituras e de famílias carentes

Divulgação

Simone Perez     -
15 de maio de 2024

Na última terça-feira (14), uma reunião realizada na sede do Cioeste (Consórcio Intermunicipal do Oeste da Grande São Paulo), em Alphaville, trouxe à pauta a possibilidade de instalação de usinas solares nos 12 municípios que compõem o consórcio.

O encontro contou com a presença de Mário Jorge, secretário de Desenvolvimento e Empreendedorismo de Cajamar e presidente da Câmara Técnica de Desenvolvimento do Cioeste.

Segundo ele, um projeto de viabilidade está em estudo pelo Cioeste. Os recursos devem vir do governo federal por meio de verbas a fundo perdido, especificamente destinadas a projetos de eficiência energética.

A economia gerada pela produção de energia solar nas usinas teria dois principais destinos: zerar as contas de luz das prefeituras e beneficiar famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único.

Atualmente, a isenção concedida aos inscritos no Cadastro Único é de 65% do valor da conta de luz. A meta, com a instalação das usinas solares, é reduzir, ou até zerar, os 35% restantes, aliviando o orçamento dessas famílias carentes.

Este projeto não só alivia as finanças públicas municipais, mas também promove inclusão social ao reduzir os custos de energia para as populações mais vulneráveis.

Durante a reunião, Mario Jorge destacou a importância de que, em todas as discussões do Cioeste, seja enfatizado que o desenvolvimento econômico não se resume ao aumento da arrecadação. “É fundamental que a expansão econômica de uma cidade esteja aliada à geração de bem-estar social e à melhoria da qualidade de vida”, afirmou o secretário.

Fotos: