27 de maio de 2024 23:02

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha

27 de maio de 2024 23:02

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha
Renata Abreu lança abaixo-assinado para SUS Animal

Divulgação

Da redação     -
19 de abril de 2024

O objetivo da parlamentar é que o governo faça convênios para oferecer atendimento veterinário de animais domésticos a custo reduzido ou de forma gratuita.

“Seu apoio é crucial para levarmos nosso projeto de lei à Câmara Federal. Assim como conquistamos a ‘custas zero para advocacia’, podemos fazer a diferença mais uma vez. Vamos juntos nessa luta! A Belinha já está na missão e conta com você para o próximo passo!”, destacou Renata Abreu, mencionando sua cadelinha Belinha.

Como participar

O abaixo-assinado em apoio ao Projeto de Lei do SUS Animal já está disponível online e pode ser acessado através do link https://renataabreuoficial.com.br/projetos-de-lei/projeto/pl-1419-2021-institui-o-sistema-nacional-de-saude-animal-e-o-programa-farmacia-veterinaria-popular-do-brasil/

A expectativa da parlamentar é que a mobilização popular ajude a sensibilizar os demais deputados para a importância da matéria, possibilitando sua aprovação e contribuindo para o bem-estar dos animais em todo o país.

O que abrange o SUS Animal?

Para o funcionamento do Sistema Nacional de Saúde Animal, Renata sugere que o poder público estabeleça contratos ou convênios com clínicas e hospitais particulares para a realização de consultas, exames, vacinas, medicamentos, internações, reabilitação e cirurgias, incluídas as castrações.

“O nosso povo tem grande afinidade com animais domésticos, que se tornam, pra valer, integrante da família”, ressaltou Renata Abreu.

“O amor é tão intenso que muitos donos, mesmo com o orçamento doméstico apertado, gastam parte de seus recursos na alimentação dos seus bichinhos. Entretanto, quando eles adoecem, nem sempre é possível levá-los ao veterinário, ou seguir as recomendações de tratamento, justamente por causa da falta de recursos. Entendemos que o poder público deveria olhar para essa situação e apoiar a saúde desses animais, que são parte das famílias brasileiras”, finalizou.