20 de julho de 2024 00:10

Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040
Terremoto no Chile causa tremor em 5 prédios de Cajamar

20 de julho de 2024 00:10

Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040
Terremoto no Chile causa tremor em 5 prédios de Cajamar
Tarcísio libera R$ 23 milhões para Saúde de 10 cidades da região

Divulgação

Da redação     -
28 de junho de 2024

O governador Tarcísio de Freitas anunciou no último dia 21, em evento no Palácio dos Bandeirantes, a antecipação do pagamento de R$ 412 milhões do programa IGM SUS Paulista (Incentivo à Gestão Municipal), sendo liberados R$ 129,4 milhões destinados à Grande São Paulo.

Desse total, R$ 23.391.615,25 são para os municípios da região. A cidade que mais recebeu repasse foi Osasco, com Osasco R$ 6,6 milhões. Em seguida estão: Carapicuíba (R$ 6,1 milhões), Cotia (R$ 2,3 milhões), Itapevi (R$ 2,1 milhões), Barueri (R$ 2,1 milhões), Santana De Parnaíba (R$ 1,2 milhão), Jandira (R$ 1 milhão), Cajamar (R$ 739 mil), Vargem Grande Paulista (R$ 491 mil) e Pirapora Do Bom Jesus (R$ 368 mil).

“Estamos celebrando mais uma liberação de recursos. Um dinheiro que vai para a atenção básica através do IGM SUS Paulista. Esse ano está sendo um ano de muita pressão, tivemos a da dengue, que pressionou lá atrás e a gente antecipou recursos”, afirmou o governador.

“E observe, o dinheiro já está na conta. E nós vamos manter os demais investimentos em outras áreas, e vamos seguir trabalhando em cooperação com os municípios”, acrescentou Tarcísio.

A oferta de recursos aos municípios foi definida conforme critérios de vulnerabilidade social, população e cobertura de estratégia de saúde da família. O programa também amplia a transparência na aplicação de recursos, já que se baseia em critérios específicos e mensuráveis para a transferência de verba a cada município.

A cerimônia que autorizou o repasse ocorreu no Palácio dos Bandeirantes e reuniu os secretários Eleuses Paiva (Saúde), Arthur Lima (Casa Civil) e Gilberto Kassab (Governo e Relações Institucionais), além do presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, André do Prado, parlamentares estaduais, municipais, prefeitos, diretores e gestores municipais da área de saúde, entre outras autoridades.

Em fevereiro deste ano, o governo de São Paulo já havia antecipado R$ 205 milhões do IGM SUS Paulista, previsto originalmente para maio, para apoiar o trabalho das cidades paulistas no combate às arboviroses urbanas, especialmente a dengue.

“Vivemos no país e no mundo um grande desafio econômico, e é justamente devido à preocupação do governo Tarcísio de manter a sustentabilidade nos municípios, principalmente no que tange à atenção em Saúde, que nós estamos anunciando mais esse importante recurso para investimento na atenção básica”, reforçou o secretário de Estado da Saúde, Eleuses Paiva.

O que é o IGM SUS Paulista

O IGM SUS Paulista é um programa de incentivo criado pela gestão Tarcísio de Freitas para elevar os repasses estaduais aos municípios para serviços públicos de saúde com o compromisso de as prefeituras cumprirem indicadores assistenciais importantes, como cobertura vacinal, prevenção da mortalidade infantil, controle de câncer de colo de útero, pré-natal, controle de hipertensão e diabetes, além de controle de arboviroses urbanas.

Impulsionado pelo projeto de regionalização da Saúde no Estado, o IGM SUS Paulista também eleva os repasses estaduais para a Saúde dos municípios paulistas em relação aos anos anteriores, passando de R$ 4 per capita para valores que vão de R$ 15 a R$ 40, e otimiza a atenção básica ao dar maior suporte financeiro para as regiões se estruturarem e organizarem suas demandas.

Confira abaixo o valor exato destinado para cada cidade da região

Osasco: R$ 6.607.451,76
Carapicuíba: R$ 6.179.266,25
Cotia: R$ 2.300.307,44
Itapevi: R$ 2.184.484,19
Barueri: R$ 2.164.908,96
Santana De Parnaíba: R$ 1.285.346,78
Jandira: R$ 1.069.899,98
Cajamar: R$ 739.758,24
Vargem Grande Paulista: R$ 491.985,27
Pirapora Do Bom Jesus: R$ 368.206,38