21 de junho de 2024 23:12

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA

21 de junho de 2024 23:12

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA
Teste para Covid com saliva chega por R$ 150 e resultado em 24h
Da redação     -
04 de janeiro de 2021

Osasco e Barueri estão entre as quatro cidades do estado que irão vender teste para detectar a Covid-19 pela saliva. Esse exame detecta a fase ativa da doença e foi desenvolvido pelo laboratório Mendelics em parceria com o Hospital Sírio-Libanês. Ao todo apenas 300 farmácias, inicialmente, terão o teste para venda. Para evitar aglomerações, o exame pode ser agendado por telefone. Outra vantagem é a rapidez no resultado que fica pronto em 24 horas.

“Este é um teste com valor mais acessível que o RT-PCR, mas é equivalente a ele, com especificidade de 100% e sensibilidade de 80%”, diz David Schlesinger, CEO da healthtech meu DNA e da Mendelics, em entrevista à grande imprensa. O teste por saliva é considerado tão eficaz quanto o RT-PCR, para detectar a infecção, além de ser menos invasivo e custar até três vezes menos. O teste por saliva chega ao mercado por R$ 150 e será disponibilizado nas redes da Droga Raia e Drogasil. Já o PCR pode custar até R$ 470.

O exame com saliva usa o método PCR-Lamp (sigla em inglês de amplificação isotérmica mediada por loop), que identifica o RNA do vírus nas células da pessoa com o vírus. Ele pode ser feito logo após a suspeita de contaminação e é recomendado a realização de um segundo teste após cinco dias, além de fazer isolamento.

Desde dezembro a Universidade de São Paulo (USP) também já oferece um teste que identifica o coronavírus pela saliva, criado pelo Centro de Estudos do Genoma Humano e Células-Tronco do Instituto de Biociências, em parceria com o Instituto de Química. O teste da USP também identifica casos de Covid-19 em até 24 horas. Na fase inicial, ele estará disponível apenas na capital paulista para 90 pessoas por dia. O preço é de R$ 90 para a coleta presencial e R$ 150 para receber o kit de autocoleta. O agendamento pode ser feito pelo site: www.genomacovid19.ib.usp.br.