23 de maio de 2024 22:30

Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores
Osasco inicia semana que vem construção da Escola do Futuro
AtivOz explica o que é escola cívico-militar e repudia violência na votação
Sequestradores mandaram padre urinar e defecar na calça
Mulher grávida de 4 meses participou de sequestro de padre em Osasco
Polícia estoura cativeiro e liberta padre em Osasco

23 de maio de 2024 22:30

Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores
Osasco inicia semana que vem construção da Escola do Futuro
AtivOz explica o que é escola cívico-militar e repudia violência na votação
Sequestradores mandaram padre urinar e defecar na calça
Mulher grávida de 4 meses participou de sequestro de padre em Osasco
Polícia estoura cativeiro e liberta padre em Osasco
Vereador nega que 30 milhões passam fome porque muitos fazem uma refeição por dia

Divulgação

Graciela Zabotto    -
25 de agosto de 2023

Em sessão ordinária da Câmara Municipal de Carapicuíba, de terça-feira (22), o vereador doutor João Naves (PSDB) disse que é mentira que 30 milhões de pessoas passam fome no Brasil.

“Você dizer que existem 30 milhões de pessoas que passam necessidade é uma realidade. Agora, falar que 30 milhões passam fome não existe essa estatística. Existem pessoas passando necessidade. Às vezes fazendo uma refeição por dia, mas passando fome extrema é uma porcentagem muito pequena”, disse.

Assunto surgiu na Casa Legislativa após votação e aprovação do Projeto de Lei nº 3.183/2023, de autoria do vereador Guto José (Podemos), que cria o programa ‘Desperdício Zero’, cujo objetivo é a redução do desperdício de alimentos em bares, restaurantes, empresas atacadistas, varejistas, indústrias, produtores, feirantes etc.

João Naves citou que o brasileiro não tem alimento porque não tem iniciativa para plantar. “Infelizmente isso ocorre em função do próprio cidadão porque muitas pessoas que vivem em dificuldade vivem em locais onde poderiam plantar alguma coisa para sua sobrevivência e muitas não fazem”, comentou.

Ao encerrar sua fala sobre o assunto, o vereador disse que a extrema problema só será resolvida depois que as pessoas melhorarem sua capacidade cultural e intelectual.

“A gente vê o governo preocupado com questão do programa Bolsa Família, mas isso não resolve o problema da sociedade. Vai continuar a extrema pobreza da mesma forma. O que tem que buscar é melhorar a capacidade cultural e intelectual das pessoas. Fazer com que elas se reeduquem e busquem o princípio de fazer plantações podendo utilizar até um vaso. Se você plantar hoje e cultivar você vai ter fruto. Tem muita gente que mostra na internet que se a pessoa plantar laranja num vaso frutifica”, finalizou o tucano.