15 de julho de 2024 00:17

Mandato coletivo AtivOz busca reeleição com nova formação
Camila Godói se reúne com Márcio França e conquista recurso para Escola do Futuro
Prefeitura Osasco implanta Operação Inverno até setembro
Musical “Os Saltimbancos” se apresenta domingo em Osasco
Fundo Social faz chamamento público para decoração natalina
Libânia Aparecida é pré-candidata a vereadora pelo PSD em Osasco

15 de julho de 2024 00:17

Mandato coletivo AtivOz busca reeleição com nova formação
Camila Godói se reúne com Márcio França e conquista recurso para Escola do Futuro
Prefeitura Osasco implanta Operação Inverno até setembro
Musical “Os Saltimbancos” se apresenta domingo em Osasco
Fundo Social faz chamamento público para decoração natalina
Libânia Aparecida é pré-candidata a vereadora pelo PSD em Osasco
Vereadora propõe municipalizar Raposo na chegada a SP

Divulgação

Da redação     -
28 de junho de 2024

A vereadora Luna Zarattini (PT) protocolou um projeto de lei, na Câmara Municipal de São Paulo, que prevê a municipalização da rodovia Tavares pela prefeitura da Capital.

Na proposta, a parlamentar sugere que o trecho na chegada a São Paulo, entre os quilômetros 9 e 20, deixe de ser administrado pelo DER (Departamento de Estradas e Rodagens) pertencente ao governo do estado. Esta parte da estrada se transformou em uma grande avenida que atende vários bairros paulistanos.

A medida abre precedente para que outras cidades cortadas pela Raposo Tavares, como Osasco e Cotia, também entrem com projetos de lei em suas respectivas Câmaras Municipais com o mesmo pedido.

A justificativa de Luna Zarattini é que municipalizando a via “terá maior manutenção e uma resposta mais rápida a problemas e necessidades locais”. Além disso, segundo ela, haveria “um maior diálogo entre o município e os usuários da rodovia”.

O projeto está na Comissão de Trânsito da Câmara de São Paulo, aguardando parecer favorável para então ser colocado em votação no plenário.

Na região, há um caso semelhante, onde o Governo Federal transferiu um trecho de 6,5 quilômetros da BR-116, a Rodovia Régis Bittencourt, ao município de Taboão da Serra

O trecho mais movimentado e congestionado da Raposo fica, justamente, entre Cotia e São Paulo. Devido ao excesso de veículos e, consequentemente, trânsito, o governador Tarcísio de Freitas pretende privatizar a rodovia, um projeto denominado “Nova Raposo”.

O “Nova Raposo” irá conceder a Raposo para a iniciativa privada que em troca do investimento instalaria seis praças de pedágio entre os quilômetros 9 e 39, entre a Capital e Cotia.

A sociedade civil e movimentos organizados já se reúnem contra a proposta. Eles querem corredor de ônibus e Metrô até Cotia como solução para o trânsito na rodovia.(com informações Cotia e Cia)