24 de maio de 2024 16:40

UBS do Munhoz será transformada em Pronto-Atendimento 24 horas
Projeto que substitui sinais sonoros nas escolas é aprovado em Osasco
Cemitério dos Girassóis será reformado e vai ganhar 4 mil jazigos
Caminhão baú sobe em pilastra de concreto na Raposo Tavares
Ladrão coloca cadeado em moto roubada para não ser furtado
Novo golpe? Bandidos batem em traseira de moto para render vítima

24 de maio de 2024 16:40

UBS do Munhoz será transformada em Pronto-Atendimento 24 horas
Projeto que substitui sinais sonoros nas escolas é aprovado em Osasco
Cemitério dos Girassóis será reformado e vai ganhar 4 mil jazigos
Caminhão baú sobe em pilastra de concreto na Raposo Tavares
Ladrão coloca cadeado em moto roubada para não ser furtado
Novo golpe? Bandidos batem em traseira de moto para render vítima
Vereadores de Osasco pedem que Prefeitura use drones para localizar focos de dengue

Vereadores de Osasco pedem que Prefeitura use drones para localizar focos de dengue

Da redação     -
12 de março de 2024

Nesta terça-feira (12) a cidade de Osasco registrava 2.103 casos confirmados de dengue e 409 em investigação. Dados são do Governo do Estado.

Conforme a Prefeitura, aproximadamente 65% estão concentrados na Zona Norte. Nenhum óbito relacionado à doença foi constatado na cidade.

Para auxiliar no combate à doença, os vereadores Michel Figueiredo (Patriotas) e Cristiane Celegato (Republicanos) pediram ao prefeito Rogério Lins que utilize drones para fiscalizar focos do mosquito da dengue e eliminá-los com larvicida, como acontece na capital.

“Sugiro aquisição de drones para serem utilizados no combate ao mosquito da dengue. O equipamento poderia ser usado para espalhar larvicida”, justificou o vereador na Indicação nº 369/2024, protocolada na Câmara Municipal.

Já Cristiane Celegato apontou que Osasco poderia seguir o exemplo de Carapicuíba e Botucatu, que utilizam drones para localizar focos de água parada, identificando possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti em lajes, telhados e caixas d’água.

“Reconhecemos a eficácia e a relevância dessa tecnologia no controle da proliferação do mosquito transmissor da dengue. Os drones oferecem uma abordagem ágil e eficiente para alcançar áreas de difícil acesso, como telhados de casas, galpões e terrenos baldios, onde os agentes de saúde têm limitações para realizar inspeções detalhadas”, abordou a parlamentar na Indicação nº 389.

Outra ação de combate à dengue proposta pelos vereadores é a nebulização. Ralfi Silva (Republicanos) sugeriu a nebulização na Avenida Brasil, no Jardim Rochdale.