22 de junho de 2024 20:21

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA

22 de junho de 2024 20:21

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA
Vice de Emídio pode assumir Educação se vencer as eleições

(Foto Eliane Tafu)

Da redação     -
06 de novembro de 2020

Zélia Lucas, candidata a vice-prefeita na chapa de Emidio de Souza, afirmou em coletiva de imprensa, nesta semana, que se for eleita deve analisar a possibilidade de assumir alguma secretaria municipal no governo petista. Pedagoga de formação e professora atuante, Zélia deve ser cotada para duas pastas, a da Educação e uma outra que deve ser criada por Emidio, a de Mulher, Gênero e Raça. Zélia integrava o coletivo “Agora é com elas”, composto por Flávia e Débora, que disputa uma vaga na Câmara Municipal. Com o convite para ser vice, Zélia deixou o coletivo e passou a fazer campanha ao lado de Emídio. Flávia e Débora seguem com o compromisso de ser o primeiro mandato coletivo a integrar o Legislativo da cidade.

A escolha de Zélia para o cargo de vice aconteceu somente em outubro.  No dia 20, Emidio confirmou a troca em sua chapa majoritária e acusou o presidente Jair Bolsonaro de tentar atrapalhar sua campanha em Osasco. “A Justiça Eleitoral, a pedido de Roberto Jefferson, bolsonarista e presidente do PTB nacional, retirou nosso vice, pastor Silvio Neves. De acordo com fontes em Brasília, a atitude de Roberto Jefferson faz parte de uma articulação feita por Bolsonaro para enfraquecer a minha candidatura, por eu ser do PT e amigo pessoal do presidente Lula. Essa intervenção e essa decisão judicial só nos estimula ainda mais a trabalhar pelas mudanças”, declarou Emidio na época. O PTB se recusou coligar com o PT nestas eleições. Nos dois mandatos anteriores de Emidio como prefeito de Osasco, seu vice foi do partido, o médico Faisal Cury. Agora, a coligação do PT conta com o apoio apenas do PV.