26 de maio de 2024 14:16

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar

26 de maio de 2024 14:16

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar
Vôlei Barueri inicia playoffs com derrota para Sesc Flamengo

Divulgação

Da redação     -
28 de março de 2024

A estratégia do técnico Bernardinho – ao escolher que o Sesc-Flamengo atuasse fora de casa na primeira partida das quartas de final – deu certo. O Rubro-Negro, líder da fase inicial da Superliga, derrotou o Barueri por 3 sets a 1 (25/15, 25/20, 20/25 e 25/17), nesta quarta-feira, no Ginásio Sportville. As equipes vão se reencontrar no próximo sábado (30), às 19h, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube (RJ).

O Sesc-Flamengo abriu 2 a 0 com tranquilidade, correspondendo ao favoritismo de quem perdeu apenas dois jogos na atual temporada. O Barueri assustou ao fechar o terceiro set, prolongando a partida, mas o Rubro-Negro retomou as rédeas do confronto na etapa final para abrir 1 a 0 nesta quarta de final.

O jogo

No início do set, Sesc-Flamengo e Barueri valorizaram cada jogada e ficaram alternando no placar. Entretanto, bastou a equipe do técnico Bernardinho, que se classificou em primeiro lugar, se ajustar nas quatro linhas para abrir 8 a 3, emplacando cinco pontos consecutivos. Com bloqueios de Michelle e Roni, e com a pontaria afiada de Jucielly, servida pela levantadora Brie King, o Rubro-Negro ditou o ritmo da partida até fechar em 25 a 15.

O Sesc-Flamengo retornou à quadra no segundo set em um ritmo eletrizante: abriu 4 a 0 e obrigou o técnico Wagão, do Barueri, a pedir tempo. Com uma jogada magistral, no segundo toque, Brie King fez 7 a 3 para o Rubro-Negro. Implacável no bloqueio e no saque, o Sesc-Flamengo – com direito a aces de Roni e Sabrina -, controlou a partida, com cerca de seis pontos à frente. A reação do Barueri passou por Gabi Carneiro e Luzia, que derrubaram a vantagem para apenas um ponto (18 a 17). Este foi o melhor momento do time anfitrião no confronto até então – mas durou pouco. O Sesc-Flamengo definiu em 25 a 20.

Atrás no placar, o Barueri começou o terceiro set largando na frente. O Sesc-Flamengo só conseguiu a virada nos 10 a 9. A equipe anfitriã encaixou cinco pontos seguidos – sua maior sequência nesta noite – e alcançou 14 a 11. Impulsionado por Roni e Sabrina, o Rubro-Negro empatou em 15 a 15. O Barueri, então, voltou a reagir. Na etapa mais acirrada do duelo, não se entregou e disparou no placar: 25 a 20, forçando a realização do quarto set. Os 12 erros do Sesc-Flamengo – quatro vezes mais do que o oponente – foram determinantes.

Aproveitando a condição de franco-atirador, o Barueri deu trabalho ao Sesc-Flamengo no quarto set, mesmo quando em desvantagem no placar. Após Michelle Pavão cravar a bola na quadra adversária e fazer 17 a 13, o técnico Wagão, do Barueri, pediu tempo e a orientação às comandadas foi clara: ter paciência e não errar. O time foi valente, mas não resistiu à eficiência do Sesc-Flamengo, que, com mais um ponto de Michelle, fechou em 25 a 17. (com Ge.com.br)