22 de junho de 2024 20:27

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA

22 de junho de 2024 20:27

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA
Vôlei Barueri mostra força e vence o Minas

Divulgação

Da redação     -
07 de fevereiro de 2024

O Barueri conquistou mais uma grande vitória na Superliga feminina. Nesta terça-feira (6), o time dirigido por Wagão superou o Gerdau Minas por 3 sets a 2, parciais de 25-22, 25-22, 15-25, 17-25 e 15-9, pela quarta rodada do segundo turno.

No turno, as Chiquititas já haviam superado Sesi Bauru e Fluminense no melhor momento até então na competição nacional.

O resultado fez o Barueri chegar aos 22 pontos, mesmo número do Fluminense, sexto colocado, mas ficando atrás nos critérios de desempate. Já a equipe minastenista, com 32, perdeu a chance de reassumir a segunda colocação e pode ser ultrapassado pelo rival Dentil/Praia Clube na rodada.

Para desbancar o favorito Minas, no Ginásio do Sportville, Barueri conseguiu mostrar, em diferentes momentos do duelo, duas das suas principais virtudes: o peso do bloqueio e principalmente o volume de jogo. E vale ressaltar o mental do Barueri no tie-break, depois de ser dominado no terceiro e quarto sets pelo Minas.

Individualmente, Aline Segato esteve muito bem no fundo de quadra e levou o VivaVôlei.

Jheovana, depois de algumas atuações irregulares, voltou a ser a bola de segurança, sendo a maior pontuadora do time: 21 acertos. Luzia também apareceu bem em diversos momentos, alternando força e jeito.

Já o Minas, na volta de Thaisa, após se recuperar de uma lesão muscular na coxa, voltou a oscilar demais. Pagou caro pelos erros de ataque no primeiro set e pecou na linha de passe em diversos momentos.

Mostrou poder de reação para forçar o quinto set com Annie Mitchem em quadra dividindo a responsabilidade com Kisy nas extremidades, além de Jenna Gray desacelerando o jogo em diversos momentos, deixando as atacantes mais “à vontade” nas bolas altas. A bola da americana com Thaisa, inclusive, ainda carece de sintonia.