18 de julho de 2024 09:11

Primeiro "ponto de ônibus digital" está em fase de teste em Osasco
Santana de Parnaíba inicia comemorações ao dia de Santa Ana
Água jorra a 5m de altura após rompimento de adutora
Motorista larga ônibus com passageiros na Raposo Tavares e vai para casa
Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C

18 de julho de 2024 09:11

Primeiro "ponto de ônibus digital" está em fase de teste em Osasco
Santana de Parnaíba inicia comemorações ao dia de Santa Ana
Água jorra a 5m de altura após rompimento de adutora
Motorista larga ônibus com passageiros na Raposo Tavares e vai para casa
Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
“Vou ser pedra no sapato por quatro anos”, diz vereador ‘boicotado’ por secretários

(Foto câmara de barueri)

Da redação     -
29 de outubro de 2020

“Rezem. Orem. Façam o que tem que fazer para eu não ganhar a eleição porque, se eu ganhar, essas pessoas vão ter problema comigo por quatro anos”. Frase é do vereador e candidato à reeleição Carlinhos do Açougue (DEM), que aproveitou o seu momento na tribuna da Câmara Municipal de Barueri, na última terça-feira (27), para dizer que está sendo ‘boicotado’ por secretários da prefeitura.

“Vejo uma diferenciação com vereador Carlinhos do Açougue. E o que vou dizer aqui hoje é só um preâmbulo. Nós temos vários secretários, diretores, e cada um tem que votar em alguém. Todos têm o direito de apoiar, ajudar e votar em quem quiser, mas tenho visto que algumas secretarias recebem meus pedidos mas colocam obstáculos para atendê-los. E vejo candidatos que não são vereadores tendo os pedidos atendidos muito, mas muito mais rápido do que de certos vereadores desta Casa”, denunciou.

Carlinhos ainda ameaçou divulgar os nomes de quem está ‘boicotando’ seus pedidos. “Se eu apresentar um pedido dentro das legalidades e ver que estão de marcação comigo vou começar a dar nomes aqui na tribuna.  E eu falo. Não sou igual a alguns vereadores que ficam reclamando e dizem que vão para tribuna mas quando chega o dia da sessão tomam água gelada lá atrás e têm medo de falarem o que está acontecendo. Só que o vereador Carlinhos é o contrário. Se mexer comigo e pisar no meu calo eu venho aqui nesta tribuna e vou dar nome”.

“Se eu for reeleito vou ser como pedra no sapato [desses secretários] por quatro anos. Não adianta bater em mim e depois querer abraçar. Sei as pessoas que não atendem e tentam enganar o vereador. Aqui não tem medo não. Aqui não paga comédia pra ninguém não”, completou dando a entender que ninguém fará Carlinhos do Açougue de palhaço.