26 de maio de 2024 07:03

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar

26 de maio de 2024 07:03

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar
Zona Norte concentra 65% dos casos de dengue em Osasco

Divulgação

Da redação     -
06 de março de 2024

No sábado (2) a Prefeitura de Osasco realizou o Dia D de Combate à Dengue e contou com a participação de 2 mil voluntários para conter a proliferação do mosquito Aedes Aegypti na cidade.

Segundo a Prefeitura de Osasco, o município registra cerca de 1.100 casos de dengue, com aproximadamente 65% concentrados na Zona Norte. A administração destaque que, até o momento, não houve óbitos confirmados relacionados à doença na cidade.

Durante a ação, os voluntários percorreram bairros distribuindo materiais educativos e orientando sobre práticas preventivas contra a dengue e outras doenças transmitidas pelo mesmo vetor, como zika, chikungunya e febre amarela.

O evento mobilizou equipes das Secretarias de Meio Ambiente (Semarh) e de Serviços e Obras (SSO), da Defesa Civil e da Secretaria da Educação contribuiu disponibilizando quatro ônibus escolares para transportar os agentes de endemias e comunitários a locais estratégicos.

Além disso, o Dia D recebeu o apoio de mais de 100 veículos para recolher lixos e entulhos descartados irregularmente.

Sintomas semelhantes

De acordo com o Ministério da Saúde, os principais sintomas de dengue, chikungunya ou zika são semelhantes. Eles incluem febre de início abrupto acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele, manchas vermelhas pelo corpo, além de náuseas, vômitos e dores abdominais.

A orientação do Ministério é para que a população procure sempre o serviço de saúde mais próximo de sua residência assim que surgirem os primeiros sintomas para um diagnóstico e tratamento adequados.

Como combater o mosquito da dengue

A prevenção continua sendo a melhor estratégia e a população é incentivada a eliminar todo local de água parada, pois é lá que o mosquito Aedes aegypti deposita seus ovos.

Práticas simples são fundamentais como: eliminar recipientes que possam acumular água parada, como pneus velhos, garrafas vazias, vasos de plantas, latas, tampinhas de garrafa e copos; não estocar pneus em áreas descobertas, não acumular água em lajes ou calhas, colocar areia nos vasos de planta e cobrir bem tonéis e caixas d’água, utilizar telas em janelas e portas para evitar a entrada do mosquito; utilizar repelente regularmente, receber a visita do agente de saúde, evitar acúmulo de inservíveis, entre outros.

Serviço

Para mais informações sobre prevenção contra a dengue e/ou agendamento de serviços de coleta de entulho, resíduos da construção civil ou móveis inutilizados, os munícipes podem contatar a Central 156, disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, por meio de diversos canais, incluindo WhatsApp (3651-7080)