Obras de 100 imóveis no Rochdale começam em setembro

 Obras de 100 imóveis no Rochdale começam em setembro

(Divulgação)

O projeto de urbanização e canalização do Jardim Rochdale, em Osasco, vai levar moradia digna a 236 famílias e as obras das 100 primeiras unidades habitacionais devem começar já no segundo semestre desse ano. “O início das fundações está previsto para setembro deste ano. A entrega está programada para acontecer em 12 meses”, informou a Secretaria da Habitação do município

Os apartamentos serão construídos em uma área de 3.150 m² e serão divididos em três torres de 5 pavimentos cada uma, sendo um térreo e mais quatro andares. Cada imóvel terá 49 m² de área construída com 2 dormitórios, sala, cozinha e lavanderia. O conjunto habitacional também terá boulevar, espaço gourmet, bicicletário e vagas rotativas.

Além desses 100 apartamentos, outras 136 unidades habitacionais também estão com obras previstas. “As demais unidades serão construídas ao longo do sistema viário a ser implantado na urbanização e devem ter início no primeiro semestre de 2022”, completou.

O projeto

As ações para canalização do córrego do Rochdale já começaram. Em maio, na altura da rua Niterói, as equipes de obras trabalhavam no desassoreamento na parte já canalizada. A obra de canalização tem o total de 2 mil metros de extensão, com mil metro concluído. Há ainda a execução de pavimentação, a implantação de guias e sarjetas e guard rail no trecho. Mudas de diversos tipos de árvores estão sendo plantadas próximas ao córrego como forma de compensação ambiental.

Ainda na rua Niterói está em andamento a construção do Centro Cultural do Rochdale, que vai ser sede do primeiro cinema público de Osasco. O Centro terá três andares, com auditório, sala de reuniões, de cursos, e de aulas de teatro e dança, além de espaço para cooworking, sala de professores, sanitários, rampas de acesso aos pavimentos e elevador. A previsão é de que seja entregue à população até dezembro deste ano.

A região terá, ainda, quadras poliesportivas, academias ao ar livre e praças em áreas ao longo do córrego, além de saneamento básico com micro e macrodrenagem, com coleta de esgoto. Já quando o assunto é mobilidade urbana, a região vai ganhar a implantação de nove passagens para pedestres, veículos de passeio e transporte público criando um novo sistema de mobilidade entre Rochdale, Canaã, Aliança e Piratininga.

Graciela Zabotto