Oeste dá adeus ao sonho do acesso à Série C do Brasileiro

 Oeste dá adeus ao sonho do acesso à Série C do Brasileiro

Foto: Caio Henrique

Acabou o sonho do Oeste no Campeonato Brasileiro da Série D. Após empatar no tempo normal e ser derrotado nos pênaltis pelo Caxias/RS no último sábado (30/7), o rubro-negro de Barueri não terá um calendário nacional na próxima temporada pela primeira vez desde 2009. O Caxias se garantiu nas oitavas e terá o Real Noroeste/ES como adversário.

 

No duelo de ida da segunda fase, realizado na semana anterior na Arena Barueri, ambos empataram por 1×1. Jogando para um grande público que marcou presença no Estádio Centenário, o Caxias foi melhor durante todo o primeiro tempo. A pressão foi grande e aos 30 minutos Diego Sodré teve a chance de colocar os donos da casa em vantagem em cobrança de pênalti. Mas, assim como aconteceu em São Paulo, Dheimison defendeu e manteve o 0x0. Dez minutos depois não teve como segurar a pressão e Batista fez 1×0.

 

Na segunda etapa o panorama não foi alterado e o Oeste teve grandes dificuldades para chegar dentro da área do clube gaúcho. Nos minutos finais a pressão visitante se intensificou e Reifit, aos 47 minutos, deixou tudo igual, levando a decisão aos pênaltis. Com seis cobranças para cada um, o placar era de 5×5. Renan Siqueira fez 6×5 a favor do Caxias e Diogo desperdiçou a batida decisiva do clube de Barueri, dando a classificação para a equipe de Caxias do Sul.

 

Essa foi a terceira derrota seguida do Oeste nos pênaltis. Em 2021, o time perdeu o acesso para a Série A1 contra o São Bernardo FC na Arena Barueri. Neste ano, também em casa, o rubro-negro foi derrotado pelo São Bento de Sorocaba e também deixou a vaga na elite do estadual escapar. Agora se despede das competições nacionais.

 

A única forma do clube voltar à Série D em 2023 é vencer a Copa Paulista. O time é o terceiro colocado do Grupo 3 e fecha sua participação no primeiro turno visitando o EC São Bernardo na próxima quarta-feira (3). Se não for campeão, o Rubrão terá pela frente apenas competições estaduais no ano que vem.

 

Da Redação