“Ômicron está contaminando rapidamente nossas crianças”, diz Gorinchteyn

 “Ômicron está contaminando rapidamente nossas crianças”, diz Gorinchteyn

Reprodução/Flickr Governo do Estado de SP

O governador João Doria informou, nesta quarta-feira, 19, que o Estado de SP registrou, nos últimos dois meses, uma forte alta nas internações de crianças e adolescentes em leitos de terapia intensiva em razão da Covid-19.

As estatísticas do Censo Covid, da Secretaria de Estado da Saúde, mostram aumento de 61,3% no número de pacientes com menos de 18 anos internados nas UTIs, na comparação entre os dias 17 de janeiro de 2022 e 15 de novembro de 2021.

“Os dados evidenciam que a nova variante Ômicron do novo coronavírus está contaminando rapidamente nossas crianças e que a vacinação é urgente e fundamental para prevenir casos graves, internações e óbitos nessa população”, afirmou Jean Gorinchteyn, Secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

Doria destacou que a vacinação é fundamental para contenção dos números e proteção de crianças e adolescentes. “Os dados da Secretaria de Saúde mostram alta de 61% na hospitalização de menores de 18 anos em UTIs, nos últimos dois meses, no Estado de SP. Os dados evidenciam a necessidade de acelerarmos a vacinação infantil”, disse o governador.   

Em 15 de novembro do ano passado havia no Estado de São Paulo 106 pacientes menores de 18 anos internados em estado grave em decorrência da Covid-19.

Já no último dia 17 de janeiro, esse número passou para 171. Os números mostram uma evolução sistemática no período, com pico em janeiro.

No dia 22 de novembro de 2021, eram 109 crianças e adolescentes internados. Em 29 de novembro, 120. Em 6 de dezembro havia 114 internados, número que subiu para 125 uma semana depois e para 132 em 20 de dezembro. 

No dia 27/12 eram 121 pacientes com menos de 18 anos internados em UTI. Em 3 de janeiro eram 116 e no dia 10, 158 internados.

Da Redação