• 26/02/2021

Osasco chega aos 59 anos na seleta lista das “Smart City”

 Osasco chega aos 59 anos na seleta lista das “Smart City”

Cidade deu um salto tecnológico nos últimos quatro anos, além de possuir o 8º maior PIB brasileiro e o 2º do estado, município também ocupa a 4ª colocação no setor de serviços do Brasil. Além do investimento em tecnologia, a vinda de grandes empresas do setor está cada vez mais deixando a cidade nos holofotes.

Osasco, atualmente, é sede da empresa com maior lucro da América Latina no 1º semestre de 2020 (Bradesco); da empresa mais valiosa da América Latina (Mercado Livre); da empresa responsável pelo principal aplicativo de delivery no país (iFood) e de uma das principais empresas de comércio eletrônico do Brasil, a B2W (que reúne Americanas, Submarino e Shoptime).

No município também está sediada a Uber, empresa responsável pelo principal aplicativo de transporte no país. Quem também anunciou sua chegada a Osasco foi a Rappi, startup de entregas rápidas.

O que reforça o novo perfil que a cidade desenvolve nos últimos 4 anos: a de uma economia que caracteriza o município como o “Vale do Silício” brasileiro, em referência à região da Califórnia, nos Estados Unidos, que reúne grande número de start ups e empresas de tecnologia. Na “Oz Valley”, como foi definida pela prefeitura, além de iFood, Mercado Livre, Dafiti, B2W e Rappi, também serão inauguradas em breve uma megaloja da Havan e uma unidade do MercadoCar, um “shopping” de autopeças.