Osasco deve contratar OS para administrar creches

 Osasco deve contratar OS para administrar creches

(Foto Marcelo deck)

O secretário da Educação, Cláudio Piteri, disse que a prefeitura estuda a contratação de OS (Organização Social) para administrar creches em Osasco. A medida seria inédita. Geralmente, essas organizações são comuns no gerenciamento de hospitais e prontos socorros da cidade. Será a primeira vez a ser adotada para cuidar de alunos de quatro meses a quatro anos de idade.

Hoje, além das unidades próprias do município, existem convênios com creches particulares. O formato de OS seria semelhante ao do hospital Antônio Giglio. A prefeitura faria repasse mensal de valor, estipulado em contrato, referente a um número determinado de crianças a serem atendidas. Ficaria a cargo da OS todos os cuidados com o bebê ou a criança, incluindo sede própria, ou alugada, funcionários e alimentação.      

Essa seria uma forma de reduzir o déficit de vagas que, atualmente, chega a 3.500 em fila de espera. Outra medida será a inauguração, em fevereiro do ano que vem, durante aniversário de Osasco, do Mundo da Criança, maior creche do Brasil, com 1040 vagas.

Piteri explicou que “a pandemia do coronavírus aumentou a procura por creches gratuitas. Muitas pessoas perderam o emprego e tiveram que remanejar seus filhos das unidades privadas para a rede pública”.

“Tem muitas formas de se gerar vagas em creches. Uma delas é construir novas unidades e ampliar outras com recursos municipais e federais, por exemplo. Outra seria partir para o atendimento indireto com as Organizações Sociais. Este último formato é uma situação que a gente pode, eventualmente, recorrer para tentar zerar esse déficit. É uma orientação do prefeito Rogério Lins para que a gente avance nessa questão”, explicou Piteri.A gente tem que ter coragem para tomar certas discussões, essa é uma discussão presente, tem OS que presta um excelente trabalho”, finalizou.

Da Redação