Osasco é a líder em geração de empregos do país

 Osasco é a líder em geração de empregos do país

Foto Caio Henrique

Osasco é apontada como a cidade que mais gerou empregos em 2021. Dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Levantamento que mostra as cidades que mais cresceram, em porcentual, foi divulgado pelo jornal Estado de SP.

Segundo a reportagem publicada, considerando as cidades com mais de 200 mil habitantes, as campeãs em criação de vagas (diferença entre contratações e demissões) foram Osasco, com alta de 16% em relação a 2020 e saldo de 24 mil empregos, e Novo Hamburgo (RS), com alta de 12% e saldo de 7,74 mil postos.

No total, município fechou 2021 com mais de 100 mil contratações, sendo 24 mil referentes a novas vagas. Resultado é reflexo das empresas de tecnologia, segmento que deslanchou durante a pandemia com as vendas online, serviços de entrega, call centers e infraestrutura para o home office. Somente as empresas de tecnologia empregam 42 mil pessoas.

“Osasco, a campeã na geração de empregos no Brasil em 2021. Nossa cidade foi destaque em diversas matérias por ser a cidade que percentualmente mais cresceu na geração de empregos! Seguimos nossa missão em 2022, em busca de novas empresas e novos empregos! Osasco empregadora, temos orgulho de você! Deus abençoe nossa cidade”, comemorou o prefeito Rogério Lins em suas redes sociais.

Empresas

Pelo menos dez grandes empresas de tecnologia se instalaram em Osasco nos últimos cinco anos, em especial nos últimos três.

Após a chegada do Mercado Livre, em 2016, e do iFood, em 2018, seguiram-se (não nessa ordem) B2W, Dafiti, Facily, Rappy, Shopper e Ascenty – que neste ano abrirá sua quarta unidade local, com investimento de R$ 220 milhões. Uber e 99 estão finalizando suas sedes locais a serem inauguradas até o fim do ano.

Um dos atrativos para esse ‘boom’ da chegada de empresas de tecnologia está na redução de 5% para 2% o Imposto sobre Serviços (ISS). (fonte: Estadão)

Da Redação