Osasco perde para o Minas e está fora da Copa Brasil

 Osasco perde para o Minas e está fora da Copa Brasil

Foto: Caio Henrique

O Osasco São Cristóvão Saúde se despediu da Copa Brasil de Vôlei Feminino na noite deste domingo (30). Sem o técnico Luizomar Moura e a levantadora Fabíola, ambos com covid-19, a equipe osasquense foi superada pelo Itambé Minas Tênis Clube, que marcou três sets a zero, parciais de 25/23, 25/21 e 25/15, em pouco menos de uma hora e meia no Ginásio Galegão, em Blumenau, Santa Catarina. A final será entre o Itambé/Minas e o SESI Bauru, também na cidade catarinense.

Além de Luizomar Moura e Fabíola, Osasco não contou com a central Camila Paracatu, a oposta Karine e o preparador físico Marcelo Vitorino, também contaminados. Kenya, que havia ficado fora da rodada passada da Superliga também por conta da Covid, assumiu a função de levantadora titular. O auxiliar técnico Jefferson Arosti comandou a equipe. “Infelizmente não deu. Lutamos, mas não deu. Agora é voltar nosso foco 100% na Superliga e trabalhar para reduzir o número de erros dentro de quadra”, declarou a líbero Camila Brait.

Fora da Copa Brasil, o clube volta a atenção para a Superliga 2021/2022. Atual terceiro colocado, o Osasco recebe o Curitiba Vôlei na próxima sexta-feira (4) no Ginásio José Liberatti buscando a reabilitação após ser derrotado pelo líder Dentil Praia Clube e perder o segundo lugar. O jogo está marcado para às 20 horas e terá transmissão ao vivo do Canal Brasil Vôlei.

Da Redação