Osasco registra 138 casos de violência sexual contra menores em 1 ano

 Osasco registra 138 casos de violência sexual contra menores em 1 ano

Divulgação

Dados fornecidos pela Delegacia Seccional de Polícia, entre janeiro de 2021 e janeiro de 2022, foram contabilizados 138 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes em Osasco.

O assunto foi debatido pelos Conselheiros Tutelares durante reunião da Comissão da Criança, do Adolescente, da Juventude e da Mulher realizada, nesta quarta-feira (27), na Câmara Municipal, com as vereadoras Lúcia da Saúde, Elsa Oliveira, Ana Paula Rossi, Juliana da Ativoz e um representante do vereador Adauto.

Os parlamentares apresentaram aos conselheiros os projetos que estão na pauta da comissão, com destaque ao Projeto de Lei 145/2021, que prevê a reestruturação do Conselho Municipal de Juventude, vinculado à Secretaria Executiva da Infância e Juventude. Mas, o foco da reunião foram mesmo os novos casos de violência e o aumento de atendimentos por parte do conselho em toda a cidade.

“A demanda tem aumentado, principalmente em relação às questões de violência sexual. Precisamos urgentemente de ações concretas para tornar nossos protocolos mais eficientes e efetivos”, alertou a conselheira tutelar Graziele Macedo.

Durante 1º Encontro Nacional de Conselheiros Tutelares, em Brasília, foi baixada

portaria que institui o Programa Nacional de Enfrentamento da Violência contra Crianças e Adolescentes e Osasco poderá ter a primeiro Centro de Atendimento Integrado para Crianças e Adolescentes Vítimas ou Testemunhas de Violência. O prefeito Rogério Lins já entregou uma carta de intenção para a instalação do CAICAVTV no município.

Da Redação