Osasco tem uma das menores taxas de homicídio do país

Em entrevista ao Diário da Região, a tenente coronel Eunice Godinho, comandante do 14° Batalhão da PM, disse que em duas décadas o número de roubos em Osasco registrou queda de 40%.

O roubo é um tipo de crime violento porque implica no uso de arma de fogo, ou arma branca, geralmente, com traumas para a vítima.

A comandante também informou que outro crime considerado hediondo, o homicídio, também está em queda no mesmo período.

Segundo Eunice Godinho no de 2.000, Osasco registrava 54 homicídios por 100 mil habitantes. Em 2022 são 3,56 por 100 mil habitantes.

A taxa osasquense é menor que a taxa no estado de São Paulo que é de 6,7 por 100 mil habitantes. Cidade também fica bem abaixo na comparação com a taxa de homicídios no Brasil que é de 18 por 100 mil habitantes.

Da Redação