Osasco terá república para receber jovens em situação de acolhimento

 Osasco terá república para receber jovens em situação de acolhimento

A prefeitura de Osasco deve inaugurar, no segundo semestre, uma república de jovens onde funcionará a sede do Serviço Transitar. “O espaço servirá para acompanhar e apoiar o processo de transição de adolescentes em situação de acolhimento para a vida autônoma e inserida na comunidade”, explicou a administração municipal em nota.

Participam do Serviço Transitar adolescentes e jovens na faixa etária de 16 a 21 anos incompletos, que estejam residindo em Saica (Serviço de Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes), unidades que funcionam como uma espécie de residência onde a criança ou adolescente permanecem acolhidos até que possa retornar à sua família de origem ou na impossibilidade ser encaminhada para família substituta. Geralmente a criança ou o jovem permanece no serviço até atingir a maioridade. “Por esse motivo surge a iniciativa do Serviço Transitar, como um suporte a esse processo de saída da instituição e início de uma vida autônoma”.

Para fazer parte da república o jovem deverá preencher alguns critérios como faixa etária, estar residindo em serviço de acolhimento ou ter se desligado por maioridade e o desejo expresso do adolescente em participar do processo.

O imóvel onde funcionará a república de jovens fica na rua Antônio Nurchis, Vila Yolanda. O local dispõe de três quartos que serão utilizados para sala de atendimento técnico e atividades e será alugado por 36 meses pelo valor de R$ 7 mil por mês.

Graciela Zabotto