Ouça áudio de mãe aterrorizada com ameaças de massacre em escolas de Osasco

 Ouça áudio de mãe aterrorizada com ameaças de massacre em escolas de Osasco
OUÇA ÁUDIO

Os dois últimos dias foram de pânico nas escolas públicas de Osasco. Áudios ameaçando massacre em várias unidades deixaram pais e alunos aterrorizados. Várias mães procuraram a redação do Diário da Região para saber se isso era verdade ou mentira. No áudio, nesta reportagem, uma delas conta seu desespero.

“Estou com a cabeça a mil. Estou no trabalho, mas só penso no meu filho que está na sala de aula”, desabafou. “Muitas mães não tem onde deixar as crianças, então a saída é rezar para que tudo isso seja uma grande mentira”.

Em entrevista ao Diário da Região, o coronel Virgolino, comandante da Guarda Municipal de Osasco, disse que “Nada. Absolutamente nada é verdadeiro. Tudo o que disseminaram é fake news”.

Segundo ele, as três forças de segurança da cidade (Guarda Municipal, Polícia Civil e Polícia Militar) não encontraram nada de verídico e que as viaturas estão nas ruas. “Estamos preparados para qualquer situação”, completou.

Já em Barueri, pais e responsáveis por alunos da escola municipal de ensino fundamental Levy Gonçalves de Oliveira, no Parque Imperial, passaram momento de muito medo. Crianças e adolescentes receberem áudios com supostas ameaças de que um homem invadiria a escola armado e não sobraria um vivo. Os estudantes também estão temerosos. 

Uma mãe contou que seu filho não quer ir para escola no dia12 porque falaram que vai ter um massacre. Além de Osasco e Barueri, as ‘fake news’ circularam também em escolas estaduais em Itapevi e Carapicuíba. 

Maranhão Gomes