• 17/04/2021

Pandemia já levou 30% dos restaurantes e bares à falência

 Pandemia já levou 30% dos restaurantes e bares à falência

Na segunda-feira (5), a Fhoresp (Federação Empresarial de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo), com 24 SinHoRes filiados, entre eles o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região (Sindicato Empresarial de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares),  enviou ofício ao governo do estado solicitando que, após o encerramento da fase emergencial, no próximo dia 11, restaurantes e bares (que servem alimentação) possam abrir para atendimento local na fase vermelha, durante o período do almoço, seguindo todas as regras do Plano São Paulo, tendo em vista que os índices ligados à Covid-19 já apresentam melhora.

Para Edson Pinto, presidente do SinHoRes e vice-presidente de Relações Institucionais e Governamentais da Fhoresp, é vital para a sobrevivência dos estabelecimentos e dos empregos gerados que a fase vermelha seja flexibilizada. “Fomos desproporcionalmente afetados pela crise: 30% do nosso setor já desapareceu e caminhamos para 50%, se nada for feito! Além disso, somos o maior gerador de emprego no estado e o índice de desemprego em São Paulo já gira em torno de 14,1%” afirmou.