Para Ciro 50% dos eleitores “não querem nem Lula nem Bolsonaro”

Em entrevista, na sede do Diário da Região, Ciro Gomes, pré-candidato a presidente pelo PDT, disse que fará “uma aposta na inteligência do povo para chegar ao 2° turno das eleições”.

O pré-candidato do partido a governador, Elvis Cezar, também participou da coletiva à imprensa ao lado do presidenciável.

O cenário hoje está dividido entre Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL). Ambos lideram as pesquisas de intenção de voto com, em média, 46% e 30% respectivamente.

“Há dois anos estamos nessa polarização Lula e Bolsonaro, de forma despolitizada, rancorosa e odienta”, disse Ciro.

Na análise de Ciro cerca de 30% dos eleitores são neutros.

“Muitos eleitores votam Lula porque não querem Bolsonaro de jeito algum, mas acham Lula corrupto”, disparou.

“Então, se nestas eleições tivermos um candidato que não seja corrupto, você agrada esse eleitor que não quer Lula, nem Bolsonaro”, completou.

“Bolsonaro perdeu metade dos seus eleitores em relação a 2018. Uma parte está voltando porque é a forma de não permitir a vitória do Lula. Hoje 50% dos eleitores estão nessa bolha da polarização mas, no fundo, não querem nem Lula, nem Bolsonaro”.

Para Ciro, depois de julho, quando a campanha comece o cenário tende a mudar. “Quando eu me mostrar para o eleitor, a gente conversa. Eu sou viável. Eu sei que sou viável”, finalizou.

Graciela Zabotto