Após cercas e portões Parque dos Paturis ganha câmeras de segurança

 Após cercas e portões Parque dos Paturis ganha câmeras de segurança

(Divulgação)

A prefeitura de Carapicuiba, postou em suas redes sociais, que o parque dos Paturis acaba de receber câmeras de monitoramento. Desde o dia 30 de novembro, os dispositivos estão sendo instalados em todo o parque. Equipamentos visam ampliar a segurança do local que já foi palco de assassinatos e diversas ocorrências policiais.

Durante a gestão de Marcos Neves, prefeito reeleito, uma parceria entre estado e prefeitura permitiu a revitalização total do lugar. O governo João Doria investidos R$ 3,4 milhões por meio do FUMEFI, com contrapartida de R$ 25 mil da prefeitura. A obra contemplou a implantação da entrada principal (administração e sanitários), fechamento com grades e portões, pista de caminhada e ciclovia. O parque tem aproximadamente 250 mil metros quadrados e deste total 140 mil metros quadrados foram reurbanizados. O monitoramento com câmeras se estende aos demais parques de Carapicuiba que foram reabertos, após meses fechados por causa da pandemia do novo coronavírus.

Entre julho de 2007 e agosto de 2008, treze pessoas foram assassinadas no Parque dos Paturis. Na época, o local era conhecido como ponto de encontro de homossexuais durante à noite. Todos os assassinados eram e nenhuma das vítimas tinha antecedentes criminais. De acordo com a investigação, na época, as mortes seguiram as mesmas características de crimes em série, motivados pela intolerância a homossexuais. A revitalização, cercamento e instalação de câmeras no Paturis visa tornar o parque um ambiente familiar e seguro para crianças e jovens. Hoje, local recuperou sua função, a de ponto de lazer e práticas esportivas.

Da Redação