Pelé diz que prefeito foi “infeliz em nomear Maidana” para comandar GCM

 Pelé diz que prefeito foi “infeliz em nomear Maidana” para comandar GCM

Ricardo Migliorini / CMO

O vereador Pelé da Cândida usou um momento não regimental da sessão da Câmara Municipal desta terça-feira, 22, para falar sobre a sua insatisfação com a troca de comando da Guarda Civil de Osasco.

“Na minha opinião ele [Maidana] não é a pessoa indicada para ser comandante da GCM. Vejo com tristeza essa troca. Aconteceram alguns casos na cidade que precisávamos resolver antes que o Maidana assumisse”, disparou Pelé sem comentar quais seriam esses casos.

O vereador afirmou que o comandante de que deixou o cargo, Raimundo Pereira Neto, “deu exemplo” à frente da corporação, posto que ocupou por pouco mais de cinco anos.

“O prefeito [Rogério Lins] foi infeliz na nomeação deste comandante da GCM, o Maidana. E gostaria que todos respeitassem a minha opinião”, completou antes de finalizar sua fala afirmando que “irá atrás de algumas coisas”.

Troca de comando

A troca de comando da corporação aconteceu na sexta-feira, 18, em cerimônia na sede da Guarda Municipal, quando o então comandante da GCM, inspetor Raimundo Pereira Neto, passou o cargo para o inspetor Miguel Arcanjo Maidana.

“Maidana, você tem todo apoio do nosso governo para defender a nossa cidade. Tenho certeza de que você e todo esse time continuará fazendo um grande trabalho para a nossa população”, disse Lins na ocasião.

Graciela Zabotto