Polícia prende homem que estuprou e matou menina de 12 anos

Foi preso e transferido para o CDP de Guarulhos o homem que estuprou e matou uma menina de 12 anos na Vila Menck. Crime aconteceu na manhã de segunda-feira, 11, na casa da vítima, na rua Sebastião Felipe da Silva, em Osasco.

Ao Diário uma prima da vítima contou que ela era uma criança meiga e se dava bem com todo mundo. “Até agora não caiu a ficha desse monstro ter feito o que fez, ainda mais dentro da casa dela”, desabafou. Ela morava com os pais e a irmã, de 14 anos.

O corpo foi velado no Jardim Helena Maria e o enterro aconteceu no Cemitério dos Girassóis.

Segundo os investigadores, a filha mais velha do casal tinha dormido na casa do namorado na noite de domingo para segunda-feira. Quando chegou em casa, por volta das 7 horas, não quis incomodar a irmã e foi dormir no quarto dos pais.

Quando acordou foi até o quarto da irmã para chamá-la e encontrou seu corpo ensanguentado caído no chão. O SAMU foi chamado, mas quando chegou no local constatou que a vítima estava morta.

Aos investigadores o pai disse que pela manhã teria visto um vizinho, conhecido como Tetinha, sentado em um escadão ao lado de sua casa e aparentemente drogado.

O suspeito foi encontrado em sua casa. Ele estava com ‘unhadas’ nas costas, compatíveis com uma tentativa de defesa da vítima. Ele foi levado até a delegacia e confessou o assassinato, mas negou o crime sexual. Exames realizados na vítima apontaram que havia sinais de lesões na região genital.

Na delegacia ele contou que entrou na residência assim que os pais da vítima saíram para trabalhar. A princípio ele queria furtar pertences dos moradores, mas no momento em que a vítima acordou, ele pegou uma faca que encontrou em cima da pia da cozinha e a matou.

A força tarefa para encontrar o assassino foi lidera pela delegados doutor Emerson, do SHPP; doutor Cristiano, titular do 7º DP e doutor Igor, titular da Dise/Sig. A arma do crime ainda não foi localizada.

Maranhão Gomes