Posto de combustível no Rochdale é lacrado por fraudar bomba

 Posto de combustível no Rochdale é lacrado por fraudar bomba

O Ipem-SP, autarquia do governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, e órgão delegado do Inmetro, integrou a 15ª etapa da Operação Combustível Limpo, realizada no sábado, 12, em postos de combustível na capital e Osasco.

Ação contou com a presença do secretário da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa. A força-tarefa tem a finalidade de combater fraudes e irregularidades em postos de combustíveis.

As equipes do Ipem-SP encontraram irregularidades no Auto Posto Caserta Ltda, localizado na rua Águas da Prata, nº 323, bairro Cidade Rochdale, em Osasco. Das 12 bombas verificadas foram detectados erros em 12 (100%).

As irregularidades detectadas foram erro de menos 2.593 ml a cada 20 litros abastecidos contra o consumidor, corpo estranho instalado na bomba medidora, violação dos pontos de selagem (painel/bloco), violação de lacres ou interdição, ou rompimento dos mesmos, sem prévia autorização do Inmetro ou órgão da Rede Brasileira de Metrologia e Qualidade do Inmetro, não foram apresentadas as ordens de serviço de manutenção realizada nas bombas pelas permissionárias, que devem ser assinadas e mantidas no local por um período de 24 meses.

Os fiscais do Ipem-SP também detectaram erros no Auto Posto Village Jaguaré Ltda, localizado na avenida Corifeu de Azevedo Marques, nº 4.950, Vila Lageado, em São Paulo.

Das 7 bombas verificadas foram detectados erros em 6 (86%). As irregularidades flagradas foram erro de menos 1.368 ml a cada 20 litros abastecidos contra o consumidor e plano de selagem das bombas violados.

A força-tarefa envolve o trabalho de sete órgãos do Governo, entre eles, Secretarias da Justiça e Cidadania (SJC), responsável pela coordenação; Segurança Pública; Fazenda e Planejamento; Infraestrutura e Meio Ambiente; Saúde; Ipem-SP e Procon-SP.

Da Redação