Preso chefão do tráfico responsável por cemitério do PCC em Carapicuíba

 Preso chefão do tráfico responsável por cemitério do PCC em Carapicuíba

O delegado do 1° DP de Carapicuíba, Marcelo José do Prado, confirmou a prisão de um dos braços direitos do PCC responsável pelo cemitério clandestino na divisa de Osasco com Cotia.

Identificado como Mauro dos Santos de Oliveira, de 49 anos, conhecido como Rincón, ele seria o comandante do “tribunal do crime” que mata e some com corpos de pessoas que “não cumprem” seus acordos com a facção criminosa, ou atrapalham “seus negócios”. Seria uma espécie de “acerto de contas”.

As investigações apontam que Rincón seria o responsável pelo tráfico na comunidade do São Remo, no bairro do Butantã, em São Paulo, próximo a Osasco.

Rincón era respeitado dentro da hierarquia criminal e sua prisão causou repercussão na comunidade do crime.

No cemitério clandestino foram encontrados 5 corpos. Um deles de uma escrivã da Polícia Civil que morava em Jandira. Um outro de um homem que foi decapitado.

No momento da prisão, Rincón tentou quebrar seu celular, mas o aparelho foi apreendido e terá o sigilo telefônico quebrado. Isso deve trazer novos elementos à investigação.

Maranhão Gomes