Projeto defende que pacientes recebam tratamento de fisioterapia em casa

 Projeto defende que pacientes recebam tratamento de fisioterapia em casa

Divulgação

Tramita na Câmara Municipal de Carapicuíba o Projeto de Lei nº 3.048/2022 que prevê a criação do Programa de Serviço de Fisioterapia Domiciliar assistida por unidade móvel. Na prática, a proposta quer oferecer atendimento aos moradores que, por conta de dificuldades de mobilidade, não conseguem se deslocar de suas residências para receber o atendimento de fisioterapia oferecido pelas unidades de Saúde, públicas ou privadas, credenciadas no SUS.

 

Conforme a matéria, a unidade móvel deverá contar com os equipamentos essenciais para sessões de fisioterapia de cada paciente. Segundo o vereador Zé Amiguinho, autor do projeto, o objetivo é amenizar o sofrimento, tanto dos pacientes quanto das famílias, possibilitando a realização de atendimento domiciliar aos que não possam se deslocar para realizar o tratamento.

 

“Portadores de deficiências, permanentes ou transitórias, com dificuldade de mobilidade, permanecem enfrentando dificuldades de equiparação de oportunidades e de integração social, visto que necessitam de tratamento fisioterápico, mas não têm condições físicas de se deslocarem até o Serviço de Fisioterapia de Carapicuíba. Com isso, o paciente fica, às vezes, sem o devido tratamento por causa da dificuldade de locomoção”, justificou o vereador. A proposta irá tramitar pelas Comissões Permanentes da Casa e, somente depois, será pautada para votação em plenário.

Graciela Zabotto