Quase todo estado regride para fase laranja, mas região permanece na amarela

 Quase todo estado regride para fase laranja, mas região permanece na amarela

(Divulgação)

As cidades de Osasco, Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Cotia, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus permanecem na fase amarela do Plano São Paulo, onde já estavam desde 30 de novembro. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 15, por Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes.

“Se a velocidade mantiver nos próximos dias vamos fazer uma nova reclassificação e aplicar medidas mais restritivas. Muita gente está agindo como se não houvesse mais pandemia. E não só ainda estamos na pandemia como estamos em um momento muito grave”, completou Patrícia.

A reclassificação que aconteceu nesta sexta-feira estava programada para acontecer no próximo dia 5 de fevereiro, mas o governo estadual decidiu antecipar por causa do aumento do número de casos em várias regiões. A última reclassificação aconteceu na última sexta-feira, 8.

Para a região nada muda. A fase amarela permite 40% de ocupação presencial para todas as atividades liberadas, incluindo parques estaduais, e expediente de até dez horas diárias. O atendimento presencial terá que ser encerrado às 22h em todos os setores. Nos bares, as portas devem fechar ao público mais cedo, às 20h. Atividades não essenciais que geram aglomeração, como festas, baladas e shows continuam proibidos.

Já nas regiões que foram para fase laranja academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros e parques estaduais passam a poder funcionar por até oito horas diárias, e não mais apenas quatro, e a capacidade de público também sobe de 20% para 40%.  Porém, todos os estabelecimentos devem encerrar o atendimento presencial às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido.

Graciela Zabotto