Redes mundiais “paqueram” Alphaville para hotel casino

Em entrevista ao Diário da Região, Edson Pinto, presidente do Sinhores (Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes) da região Oeste da Grande São Paulo, disse que deve ser aprovada, ainda neste ano, legislação que autoriza resorts integrados com casino em todo o Brasil. Barueri estaria na mira dos investidores do setor já que Alphaville teria público e perfil para este tipo de hóspede. 

“Hoje milhares de brasileiros saem do país pra jogar, outros milhares jogam pela internet, outros nas loterias do governo federal e cassinos teriam o poder de atrair milhares de turistas para o país. É chegado o momento que o turismo no Brasil tenha uma nova dinâmica”, disse.

“É preciso acabar com a lenda de que os hotéis casinos estariam atrelado à lavagem de dinheiro, à prostituição e ao tráfico de drogas. Isso é um conceito antiquado. As grandes redes mundiais, que exploram o jogo nestes locais,  não querem se envolver nesse tipo de polêmica porque isso é ruim para os negócios”, completou.

Edson Pinto explicou ainda que “as principais redes hoteleiras mundiais já estão de olho no Brasil para fazer investir milhões de reais na abertura de hotel casino, dentre elas a Hard Rock e a Caesar Hotels. Nossa região tem potencial. Não vai ser um casino em cada esquina, um bingo em cada esquina, vão existir regras, normas. Serão milhões de reais investidos e milhões de empregos gerados”. 

O presidente do Sinhores afirmou que estudos apontam que o turismo perdeu R$ 400 milhões durante a pandemia envolvendo 52 atividades de comércios e serviços que são movimentados pela rede hoteleira de um município. Hoje um a cada 10 empregos é o turismo que gera.

Graciela Zabotto