• 27/07/2021

Região vai ganhar 36 trens fabricados por empresa francesa

 Região vai ganhar 36 trens fabricados por empresa francesa

Foto Jean Carlos

A Alstom anunciou na terça-feira (20) que foi escolhida pela ViaMobilidade Linhas 8 e 9 como fornecedora de 36 novos trens que serão usados nas linhas 8-Diamante (Itapevi-Júlio Prestes) e 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) na concessão de 30 anos assinada no final de junho.

A fabricante francesa revelou que as composições serão do modelo Metropolis, que já opera na CPTM na Série 9000. Os novos trens serão equipados com sistema de controle de trens ATC, que é usado atualmente em ambos os ramais, a despeito de existir um projeto de conversão para o padrão CBTC.

“Estamos imensamente satisfeitos com a escolha da ViaMobilidade pela Alstom para fabricar os novos trens das Linhas 8 e 9, apoiando os planos do governo do Estado de fornecer transporte público seguro, confiável e eficiente para os passageiros em São Paulo. Isso reforça a posição da Alstom como um provedor de mobilidade verdadeiramente global com soluções inovadoras que são calibradas para as necessidades de cada cliente”, afirmou Pierre Bercaire, diretor executivo da Alstom Brasil.

Os 36 trens serão produzidos na unidade da Taubaté, que está recebendo investimentos para dobra sua capacidade, afirmou a Alstom. Mais de 500 empregos diretos serão criados por conta das novas encomendas fechadas pela empresa, incluindo 22 trens para a Linha 6-Laranja, adquiridos pela Acciona/Linha Universidade.

A encomenda de 36 composições feitas pela ViaMobilidade sugere que a concessionária optou por substituir dois trens da Série 7000 que estão avariados e que por contrato deveriam ser recuperados.

A Alstom deverá entregar o primeiro novo trem até o 18º mês após a assinatura do contrato, ou seja, em 31 de dezembro de 2022. Essa composição deverá iniciar operação até o final de março de 2023, segundo cronograma previsto no contrato. Os últimos trens da encomenda deverão ser entregues à ViaMobilidade em dezembro de 2023.

A nova concessionária assumirá a operação das duas linhas da CPTM a partir do dia 26 de janeiro de 2022. (www.metrocptm.com.br)