Renata Abreu diz que saída de Moro deixou “grande ressentimento”

 Renata Abreu diz que saída de Moro deixou “grande ressentimento”

Divulgação

Em entrevista ao UOL News, Renata Abreu, presidente nacional do Podemos e deputada federal, disse que a saída do ex-juiz Sergio Moro do partido deixou “grande ressentimento”.

Declaração aconteceu ao comentar que o apoio do partido a uma eventual candidatura de Moro à presidência, após ele ter deixado a legenda, é improvável.

“Da minha parte, não tenho objeção, mas é natural que precise construir isso em grupo. Ficou naturalmente um grande ressentimento da forma como foram tomadas as decisões. Nossa preferência seria por um novo projeto”, afirmou.

Renata disse que o partido quer oferecer ao eleitor uma terceira via “além da polarização”, mas que ainda não descartaram lançar uma candidatura própria. Um dos nomes cotados seria o do senador Álvaro Dias (PR). A definição virá até julho.

A presidente disse que a legenda busca uma candidatura que abrace um “conceito”. “Simone [Tebet] representa as mulheres, acho que poderia ser o mesmo com um negro, como Moro que representava a Lava Jato… tem espaço para uma candidatura de conceito, não-estrutural, de grandes alianças partidárias, mas que represente algo muito forte”, afirmou.

A declaração acontece em meio à articulação do União Brasil, MDB, PSDB, Cidadania para anunciar uma candidatura única até o próximo dia 18. (fonte: uol.com.br)

Da Redação