Ribamar repudia fiscalização de vereadores de SP em Osasco

 Ribamar repudia fiscalização de vereadores de SP em Osasco

Foto: Ricardo Migliorini

O presidente da Câmara de Osasco Ribamar Silva (PSD) criticou os vereadores da Câmara Municipal de São Paulo por fiscalizarem a empresa Uber, sediada no município.

Os vereadores da Capital criaram a CPI dos Aplicativos e estão apurando os contratos das empresas por app que atuam no transporte particular de passageiros individual remunerado e no transporte de produtos. Comissão também avalia situações trabalhistas dos colaboradores e o recolhimento de impostos para o município.

“É inadmissível vir fiscalizar em nossa cidade. Temos vereadores e pessoas capacitadas para isso. Vem aqui querendo fazer pressão. Nota de repúdio da Câmara para esses parlamentares. Para virem em nossa cidade fazer essa fiscalização esses vereadores devem ter algum interesse”, disparou Ribamar durante sessão ordinária desta terça-feira, 29.

O presidente da Casa ainda falou sobre respeitar os limites dos municípios. “Não é competência da Câmara Municipal de SP fazer diligência aqui sem nos comunicar. Se não me engano o presidente dessa CPI é candidato a deputado. Se quer fazer merchandising, vá fazer na sua cidade. Não venha fazer politicagem no nosso município”.

Critica ganhou apoio do vereador Josias da Juco (PSD). “Daqui a pouco vão entrar aqui [na Câmara], sentar no nosso lugar e fazer o nosso trabalho”, finalizou.

Graciela Zabotto